Conheça: Banshee

Por Alvaro Luiz Matos

14 de março de 2016

Banshee é um projeto de Alan Ball (criador de True Blood e Six Feet Under) para a TV fechada (Cinemax). Como toda e qualquer série de Alan Ball tem um roteiro fantasioso, mas muito bem construído.

Faço questão de deixar claro que a série puxa para o esse lado fantasioso já que muitos críticos teimam em analisá-la como se a série quisesse se fazer realista (encontrando, dessa forma, diversos erros). Para que essa injustiça não seja feita é importante aceitar que a série não se julga realística e desenvolve toda a sua atmosfera através da história que nos apresenta.

Hood (nosso personagem principal) utiliza o nome de um xerife que coincidentemente acaba morrendo no primeiro episódio e aproveita essa brecha para entrar na cidade em que sua ex-namorada (e parceira de crime) vive. Ele passou vários anos preso por tentar roupar Rabbit, um poderoso chefão da máfia ucraniana, e por lá teve muita dificuldade de se manter vivo.

Após sair, Hood só se preocupava em descobrir onde Anastasia (Carrie) estava e acabou chegando a Banshee.

A partir desse momento é nos apresentado a pequena cidade que vive em clima pacífico mesmo tendo dois lados opostos muito bem destacados. Proctor é o grande vilão da cidade, mas faz de tudo para levar ao local todo o entretenimento e crescimento que pode, sendo um vilão um pouco diferente do que estamos acostumados.
Temos também Anastasia (filha de Rabbit) que adotou o nome de Carrie e constituiu uma família na cidade; Sugar, um dono de bar e ex-boxeador profissional; Job, um traveco impressionantemente engraçado e irônico; e outros personagens menos ou mais importantes.

Para não me estender demais na história e transformar esse texto em uma sinopse, vale destacar o roteiro da série. Com a eminência de que Rabbit descubra o local onde estão às pessoas que te roubou o roteiro procura criar cenas de ação e tensão, fazendo com que a série ganhe em dinâmica e velocidade.

Banshee possui uma quantidade grande de anti-heróis por metro cúbico, já que todos os personagens principais possuem teto de vidro e até mesmo os vilões são dúbios em suas atitudes. Proctor e Rabbit podem ser considerados os dois grandes entraves da temporada, pois um tem o controle da cidade e procura manter as coisas dessa forma e o outro está cego para se vingar de sua filha e do homem que o ajudou a lhe roubar.


Toda a atmosfera da série, assim como os diálogos, é interessante. Banshee abusa de cenas fortes e mostra muito sangue, sexo e abusos com naturalidade, vale conferir.


Assista a promo da série:
Comentário(s)
2 Comentário(s)