Better Call Saul - S02E05 - "Rebecca"

Por Juliana Pereira

21 de março de 2016

SPOILERS ABAIXO
Começamos o quinto episódio levando um susto ao ver Chuck trocando uma lâmpada lado a lado com a eletricidade, até que percebemos que estamos vendo um flashback da ex-esposa de Chuck, Rebecca. Ela faz uma janta para conhecer Jimmy e, no meio da conversa, conhecemos como ele começou a trabalhar na HHM. Até aí tudo ok, só não entendi o porquê de o episódio receber o nome dela, já que a participação foi pequena e, ao meu ver, sem tamanha importância.


Neste capítulo, Kim tenta conquistar seu antigo cargo na HHM e aqui ela mostra o quão orgulhosa e determinada ela é, mesmo fazendo tudo o que estava em seu alcance, a loira não conseguiu reconquistar a confiança do chefe Howard. O lado bom da história (ou não) foi que podemos ver com mais calma que Jimmy é desonesto por natureza. Podemos perceber que Chuck não é tudo o que Jimmy alega, ou seja, ele não é o super vilão, a mente poderosa e terrível que só atrapalha a vida do irmão, ele pode até ser uma pedrinha no sapato, mas o buraco aparenta ser bem mais embaixo. Essa relação ainda tem muito para dar no decorrer da série, mas não podemos fugir do fato que Jimmy tem o "pé virado" e que as pessoas na volta dele acabam por ficar com as consequências.

Os toques de humor ficam de fora neste episódio também (assim como no 4º), e isso é algo que não pode se perder de vez, afinal, muito drama não tem a ver com Saul Goodman. Não quero que a série se transforme numa piada, mas a ironia nas cenas deixa ela mais leve e mais característica com Saul, enfim, essa discussão poderemos falar mais a frente.

Contudo, Mike mais uma vez rouba a cena. Ele e Jimmy não estão se cruzando no momento e isso é meio estranho, pois pensei que a ligação deles era mais forte rsrs. Depois da surra, eu achei que Tuco na cadeia era uma saída muito fácil para os atuais problemas de Mike, eis então que o temido e respeitado Tio Salamanca (Hector) aparece e tudo fica mais interessante. Ele não está tão velho e nem de cadeiras de rodas - o que já nos faz pensar em como ele chegou no estado que conhecemos lá de BB - mas faz uma proposta muito boa para Mike, a qual, no primeiro momento, pensei que ele não aceitaria, mas depois, pensando melhor, acredito que ele vai acabar dizendo sim para evitar a vingança de Tuco e, a partir disto, teremos alguns desfechos e vínculos que deixarão a segunda temporada ainda mais gostosa de se assistir.


No geral o episódio foi bom, no IMDb a nota foi de 8,3. Apesar disso, quando o clima ficou bom mesmo – nas cenas de Mike – o episódio acaba! E por esse motivo, acredito que no próximo capítulo nosso advogado ficara novamente em segundo plano. O lado positivo é que finais legais só aumenta a ansiedade de ver o sexto episódio.
Comentário(s)
0 Comentário(s)