The Voice Kids - Batalhas Parte III

Por Alvaro Luiz Matos

29 de fevereiro de 2016

A pior das batalhas até aqui, mesmo que isso não signifique que tenha sido ruim, apenas que os outros dias tenham sido melhores. Mesmo assim tivemos fofurice, emoção, vitórias contestáveis e incontestáveis

Luna Maria, Tábatha Almeida, Luiza Prochet – Drão

Pra mim o timbre da Luna é o mais bonito, aquela voz forte de personalidade forte que representa o poder feminino, mas Luiza tem um jeito diferente e único de cantar que me chamou muita à atenção, já a Tábatha tinha um tom de voz mais comum e acertou as notas mais difíceis da apresentação. Pegando pelos pontos que acredito ser fundamental para se criar um novo talento no Brasil, eu tenderia pela Luiza pelo fato de ter o seu teor de ineditismo da voz, do modo de cantar e isso me motiva bastante. Muito bom que a Veveta concordou comigo e escolheu um grande novo talento que tem tudo para evoluir na carreira.

Iris Pereira, Laís Amaro, Maria Fernanda – Quando Você Passa

Iris é a coisa mais linda do mundo, e o que dizer das bochechas da Laís, já Maria é a miss simpatia. Se pela fofura não da para escolher que tal pelo talento, nesse quesito Laís sai uns passos atrás, Maria é a mais pronta de todas, mas a voz da Iris para mim é uma preciosidade que não podemos desperdiçar. É importante também que agente pense em quem pode ser mais promissora nesse mundo concorrido de ex The Voice que não faz sucesso, e nisso é muito difícil entender o que o público brasileiro prefere, mas eu? Eu escolheria a Iris com dor no coração em deixar a Maria ir embora nesse momento do programa. E mais uma vez tive um técnico concordando comigo.

A vale lembrar que escrevo a review durante o episódio, então digo o que penso no calor do momento, posso errar ou acertar quem vai passar, mas não deixo de dizer para quem eu estava torcendo.

Mayara Cavalcante, Mariana Rocha, Ally Victory – Like I’m Gonna Lose You

Mayara Cavalcante já entrou na batalha com a minha torcida, pois estava entre as minhas favoritas das audições, principalmente pelo fator sorriso. Como valorizo também o carisma e como isso reflete no quanto o artista pode ser bem sucedido na carreira, ela tinha a minha torcida. Mas a Ally esteve ótima durante a batalha, o timbre suave e o cuidado com as notas poderiam dar a ela a vitória dessa batalha, preferi então,  nesse momento, esperar até o final e ver o que a dupla Vitor e Léo iriam fazer. Não achei uma decisão errada, estava torcendo pela Mayara, mas a Ally está indo embora como vencedora da batalha (a meu ver).
Elizaldo Alves, Ruan Luca, Leslie e Laurie – Na Linha do Tempo

Leslie e Laurie tinham minha torcida também pelo carisma, aquela torcida do tipo, elas são fofas de tudo e tem meu coração, mas não é tão simples assim, Elizaldo acertou todas as notas e foi quem mais evoluiu das audições até essa batalha, e Ruan com aquele timbre que não perde pra nenhuma Diva que temos por ai. A ideia aqui é quem é mais promissor? Quem é melhor hoje? Quem é mais simpático e tem mais apelo do público? Talvez Leslie e Laurie perca apenas no “quem é melhor hoje”, mas são simpáticas e promissoras, com certo esforço e não muita certeza eu escolheria elas. Uma escolha difícil e com bastante indecisão, mas Vitor e Léo ficou com a dupla de belas meninas.

Obs.: Essas meninas são o suprassumo da beleza, que sorriso que carisma.

Manú Paiva, Daniel Henrique, Madu Alvarenga – Say Something

Daniel teve que correr atrás, pois as audições de Manú e Madu (que poderiam ser uma dupla) foram muito melhores que a dele. Com isso a certeza que tinha é que uma das meninas iria vencer essa batalha. Nessa batalha de belas amazonas se alguém venceu foi por muito pouco, eu talvez escolheria a Manú por sentir o timbre dela mais suave aos meus ouvidos, e por acreditar que ela ousou mais nas notas e não errou em momento nenhum, mas vale ressaltar que a voz forte de Madu é uma coisa de louco. Para a minha surpresa Daniel foi o escolhido, e nesse momento Vevete revela que quis dar a oportunidade a uma voz masculina de qualidade que vem entrando em extinção na música brasileira. Uma aposta de quem entende de música e conhece bem o seu time.
Lorena e Rafaela, Mari Cardoso, Catarina Estralioto – Baila Comigo

Vamos lá, essa batalha para mim é sobre quem está mais pronta (Catariana) e quem é mais promissora (Mari), e me desculpa as antológicas e já conhecidas Lorena e Rafaela que cantam desde pequenas com participações em programas interessantes como Raul Gil. Catarina é uma atriz e isso vem a me incomodar um pouco, porque é artificial demais quando ela faz suas caras e bocas enquanto canta. Por isso, e só por isso eu escolheria a promissora Mari Cardoso.

Marina Silveira, Roberto Matheus, Julie de Assis – Lamento Sertanejo

Desculpa se você gosta, mas que música chata, que apresentação sonolenta, que apresentação chata. E se a Ivete teve que justificar a música, a escolha da canção só mostra o quanto esta é chata. Vou me abster, só acho que as meninas foram bem melhores e gostei muita da suavidade da Marina. A técnica optou pela voz forte de Julie, mas prejudicou a escalada da menina com essa música insuportável.

Laura Schadeck, Júlia Ferreira, Jamille Silva – Black Space

Jamille pediu para cantar de pé nos treinos, mas nós que temos que ficar de pé para a apresentação dela, pra mim a vencedora desse trio. Laura também foi bem, principalmente na presença de palco e no carisma, mas a Jamille arrasou e não deixou dúvida nenhuma de quem venceria. Laura venceu, eu discordei um pouco, mas nada que vá mudar o destino do programa.


Só fiquei me perguntando quem que pensou assim “Taylor Swift? Vou colocar todas elas vestidas com roupas escrotas”, não, por favor, não. 

----------

Queria terminar o texto dessa semana lembrando que são crianças (é claro que são Alvaro), mas quero dizer isso, pois o principal papel de programas de calouros tem o objetivo de levar novos sucessos para a mídia e aqui eu só levanto a mão pra cima e peço para que a grande maioria desses meninos e meninas tenham uma carreira e venham a ter sucesso.

Esse texto foi escrito por: AlvaroLuizMatos
Comentário(s)
0 Comentário(s)