The Voice Kids - Batalhas Parte 2

Por Alvaro Luiz Matos

21 de fevereiro de 2016

The Voice Kids conseguiu dar uma recuperada no "bril" da franquia aqui no Brasil, afinal a versão adulta do programa está bem desacreditada pelo público não só pela queda da qualidade, mas também pela edição mal feita do programa e a pouca importância dada aos concorrentes (priorizando sempre a audiência).

Tendo em vista que o programa trouxe de volta a alegria que tinha na época em que era transmitido aos domingos, resolvi também voltar a escrever e dar os meus pitacos.

Caio Henrique, Enzo e Eder, Vitória Lopes - É o Amor

Geralmente gosto de analisar não só quem é o melhor no momento, até porque falamos de crianças, portanto ao meu ver a escolha está entre o melhor e o mais promissor. Nesse ponto Enzo e Eder são os mais promissores e Vitória Lopes para mim a mais talentosa no momento. Dito isso outra coisa muito importante é pensar em quem vende mais, quem fora dali consegue se vender melhor no mercado e pensando assim vejo os dois citados em cima em empate novamente, ela por ser uma menina bonita e de voz forte e a dupla por ser a mais carismática de todas as duplas do programa. Portanto a vitória dada a Enzo e Eder foi bastante merecedora, mesmo que a minha indecisão seja muito grande nessa primeira batalha, acredito que Vitor e Léo acertaram na escolha.

Robert Lucas, Matheus Quirino, Kailane Frauches - Quando a Chuva Passar

Seguindo os conceitos que usarei e revelei na primeira batalha, posso dizer que Matheus e Robert saíram bem a frente de Kailane nessa música. Senti que o tom estava um pouco alto demais para a voz da garota e extremamente confortável para os meninos. Além do mais, como para mim quem tem  mais chances de se lançar no mercado é Matheus Quirino, afinal o garoto se posta bem no palco e pode se tornar aquele galã amado e idolatrado por homens e mulheres, acreditei que ele teria um pouco mais de chance de levar a batalha. Porém a Ivete analisou algo que não pode fugir da minha análise: Matheus se manteve confortável em demasia na apresentação, faltou se arriscar subindo as notas e se mostrando mais versátil. Resultado justo.

Bela Maria, Luísa Costa, Thainã Lima - Halo

Já entrei na batalha torcendo pela Luísa Costa pelo que ela fez nas audições, mesmo ficando com um pouco de medo do tom escolhido que iria favorecer muito suas adversárias, principalmente Bela que estava bastante confortável e dominou muito a batalha. Restava saber o que o Carlinhos queria para sua equipe e o que esperava de cada uma na apresentação, mas não ouve surpresas no momento da escolha.

Gabriel Gava, João Pedro Borges, Ryandro Campos - Vou Deixar

Para mostrar versatilidade Gabriel Gava cantará Skank, certo? Errado. Afinal foi com Skank que o garoto passou pelas audições, portanto para ele a batalha era dupla. Era necessário se superar e superar os demais, mas não foi isso o que aconteceu e seus oponentes o deixaram para trás. Obviamente a batalha era entre João Pedro e Ryandro. Ao meu ver João Pedro, que já havia arrasado cantando Queen nas audições, foi o melhor nessa batalha, mesmo que o Ryandro (que cantou Fat Family nas audições) tenha ido muito bem na batalha e tenha um timbre interessantíssimo. A escolha foi difícil, mas envolvia também as impressões de Brown dos cantores e adivinha?  Ryandro venceu, calando a boca desse que lhe escreves.
Abgail Barcelos , Ana Pieri , Isadora Porto - Além do Horizonte

A máxima usada na batalha anterior se aplica novamente aqui, afinal Isadora já havia cantado uma música do Rei nas audições e precisaria superar as duas e mostrar que essa praia é mesma a dela. A meu ver o estilo de cantar é o que vai distinguir as três, pois é claro que as inspirações e influências são bem distintas e a cantora que mais me chamou a atenção foi a Ana Pieri, que quase declamando a letra fez mais bonito que as suas adversárias. Tecnicamente foi a melhor apresentação até o momento, as três são ótimas e se trata claramente de uma escolha de estilo de voz e de cantar, e isso complica um pouco quando o jurado é uma dupla que claramente possuem influências diferentes. Dessa vez a escolha foi ao encontro a minha. Ana Pieri segue em frente para a minha, a sua e a nossa alegria.

Bebé Salvego, Nathy Veras, Carol Passos - I Can't Stop Love You

Com a melhor frase de efeito do programa, Veveta deixou a deixa "o insucesso dos outros não é o nosso sucesso". Minha torcida estava definida no primeiro momento em que Nathy Veras abriu a boca: o timbre da menina foi o que melhor se acomodou aos meus ouvidos. Aquele timbre que te faz querer fechar os olhos e balançar a cabeça de um lado para o outro. A diferença entre ela e as duas ficou marcada pelo "ardido" das vozes de suas adversárias, e nesse tipo de música prefiro uma voz que ocupa o ambiente de forma mais graciosa. Mas estou me apegando a fios de cabelos (e que cabelos lindos em Nathy?), afinal todas as três meninas foram incríveis e a escolha nesse momento foi feita para quem foi melhor nas notas, e cresceu mais desde as audições (Carol Passos).

Lia Gomes, Malu Cavalcanti, Clara Lima - Na Estrada

Cantando uma composição de seu técnico, as meninas mostraram que estavam muito bem ensaiadas. Malu desde o início foi melhor nas notas e na melodia, mas a voz meio doce e rouca de Lia me deixou bastante indeciso sobre quem poderia ganhar. Clara também tem uma voz ótima, mas se perdeu na música e no diafragma (faltou ar por certas vezes) facilitando para que as suas companheiras saíssem na frente nessa escolha. Malu levou essa com bastante mérito.


Luna Bandeira, Larissa Carvalho, Vicky Valentin - Don't Stop The Music

Depois de cantar Michael Jackson nas audições, Luna era obviamente a minha favorita. Desde os treinos ela mostrou personalidade ao dar conselhos e oferecer de bandeja o refrão para Vicky. Seguindo aquela minha premissa, Luna é a mais promissora e Vicky disputa de forma acirrada com ela quem está mais pronta. Já Larissa é ótima para os 11 anos que tem, é fofa e poderia sem dúvida nenhuma estar na próxima fase, mas estando no time mais forte como é o de Veveta, ficou um tanto mais difícil. Para mim ficou claro que Luna iria ganhar essa disputa. Não tem como não colocar essa menina mais uma semana na disputa, ela é talvez uma das mais promissoras desse programa, se não a mais.

------

O programa ainda continua acertando já que as escolhas são bastante difíceis e as unanimidades ainda não acontecem. E sinceramente espero que continue assim até as finais: que até lá ganhe quem evoluir mais, envolvendo a qualidade vocal, o timbre, o quanto são promissores e podem vender na mídia, além de fatores de backstage, porque ninguém quer uma vitoriosa ou vitorioso que seja arrogante ou convencido.

Nos falamos na próxima semana, até lá.


Esse texto foi escrito por: AlvaroLuizMatos
Comentário(s)
0 Comentário(s)