The Big Bang Theory - S09E12/13 - The Sales Call Sublimation/The Empathy Optimization

Por Bruno Ganem

14 de fevereiro de 2016


                                                           SPOILERS ABAIXO:

Nos dois episódios que marcaram a estreia de TBBT em 2016 tivemos resoluções importantes para o andamento da série. Além disso, alguns personagens enfim confessaram sentimentos até então guardados a sete chaves.

Começamos por Stuart. Finalmente o personagem se deu conta que morar com Howard e Bernadette não fazia o menor sentido. Por menor que esta mudança pareça, significa que o dono da loja de quadrinhos amadureceu. Mesmo sendo estranho, no final das contas deu para compreender a saudade do casal em relação à ele, afinal, foi um bom tempo de convivência.

Sempre senti que a relação Leonard/Dra. Beverly poderia render mais na série, pois muitas das melhores cenas aconteceram devido a interação entre os dois com Sheldon e Penny, e o fato de terem trazido à tona todas as complexidades de Leonard e os diferentes métodos educacionais da mãe deu muito certo. Foi bem legal ver a Penny e todos os outros explanando algumas opiniões sobre o filho da Sra. Hofstadter. Além de ter sido engraçado, foi possível perceber que os psicólogos são sempre utilizados nos shows de comédia, escalados quase sempre ajudando no desenvolvimento e desdobramento da trama.

Foi possível ver também Raj e Emily dando as caras na série, e dessa vez a participação do casal foi bastante relevante. Valeu a pena ver ele e Sheldon interagindo e escolhendo o nome do asteroide tamanho médio encontrado, sendo que o nome escolhido - Amy - foi muito legal. Entretanto, em contrapartida, todos os futuros filhos do casal (incluindo as meninas) se chamarão Rajesh, o que tornou o riso inevitável nessa parte. Foi inevitável também não sentir raiva de Raj por ter ficado a favor de Sheldon após ele ter insultado a todos enquanto esteve doente, e a raiva do Koothrappali só aumentou depois que ele mudou de ideia e resolveu ficar a favor da Emily, mas valeu a pena, muito legal rir com ele de novo.


Sobre Sheldon ter deduzido que o fato dele estar doente significa ficar isento de qualquer punição por ter ofendido os amigos só nos mostra que a mudança dele não ocorreu completamente, e a paciência de todos em conduzi-lo a compreensão da situação foi genial, TBBT conseguiu surpreender nesse aspecto.

Muito significativo também perceber a evolução do relacionamento entre o casal Shamy, claro que a bizarrice ainda existe, mas nessa temporada existe em um grau muito menor. Vale ressaltar o fato de como Amy é extremamente didática e inteligente, a forma como ela lida com o parceiro é sensacional, pois conseguiu como ninguém justificar uma mentira e ainda obter a razão na história contada, e acima de tudo fazer Sheldon perceber com mais clareza todo o cenário ao redor.

OBS¹: Esta temporada está tão boa que eu já me atrevo a comparar com as primeiras

OBS²: Esses dois episódios serviram muito para equilibrar as tramas, conseguiram dar espaço a todos, há tempos isso não acontecia


Esse texto foi escrito por: brunoganem
Comentário(s)
0 Comentário(s)