How To Get Away With Murder - S02E10/11 - What Happened to You, Annalise?/ She Hates Us

Por Hanssés

27 de fevereiro de 2016

SPOILERS ABAIXO:

Vamos falar de Annalise? Precisamos dedicar este primeiro momento para a melhor advogada da televisão americana. Estamos presenciando momentos extremos de vulnerabilidade de uma mulher que por muitas vezes nos fez questionar se possuía sangue nas veias e que agora beira a loucura tendo alucinações pesadas com seu passado.  A sua relação com a mãe de Wes só me deixa mais curioso para saber que fim teve a criança que ela carregava, ainda mais apostando que a mãe do “Christophe” não morreu, mas forjou a morte por fugir do caso que a titia Annalise representava na época em Ohio.

Achando cada vez mais interessante a redenção de Connor, sendo extremamente solidário com Asher nesse período pós-luto e um pouco chocado com a reação de Oliver a tudo isso, uma vez que ele sempre foi bom moço e gentil. Entendo que o apartamento dele está sendo invadido por um cara que alguns episódios atrás fez comentários constrangedores sobre sua soropositividade, porém esperava que ele fosse um pouco mais ameno por tudo que está ocorrendo, afinal o recém órfão de pai não tem amigos e o máximo de companheirismo que possui são os cúmplices do grupo de crime de Professora Annalise.

Um tiro que não esperava era Frank gostar tanto de Laurel ao ponto de confessar que ele matou Lila. Ele se entregou tanto nessa relação que está disposto a mudar, talvez até ser um homem melhor, completamente apaixonado pela namorada, querendo ser transparente e se deixar conhecer profundamente. É uma mudança considerável no personagem que espero que não perca seu jeito malandro de ser porque é seu charme.

Me emocionei com o caso Jason, principalmente com a mãe dele que mesmo após perder seu filho, ver o assassino do mesmo confessar e contar todos os detalhes do crime, ainda assim optou por perdoar, por não querer mergulhar numa vida de raiva e rancor. Quantas pessoas chegam neste nível de maturidade? Juro pra vocês que chorei com esta mãe por representar tantas mulheres que passaram pelo pior momento de suas vidas e superaram essa tragédia tentando fazer o bem, perdoando o causador do seu tormento. Foi um dos melhores e mais comoventes episódios de toda a série.
Espero ansiosamente que o plot da morte dos pais de Caleb e Catherine seja logo resolvido, porque toda esta delonga está saturando e esses irmãos a cada episódio se tornam menos necessários na trama depois de tanta reviravolta. Como querer se importar com Philip, uma vez que começamos a entender o início das conturbadas relações entre Annalise x Bonnie, Frank, Sam, Filho Perdido/Abortado/Doado e mãe do Wes, que proporcionou a chance de revigorada nesse último personagem, e criou interesse na história dele. Uma ligação com a protagonista que até a primeira temporada não parecia existir, mas que foi atrelada a ela de maneira ótima. 


Para finalizar só quero comentar que vejo uma melhora relevante entre todos os personagens, agregando na história e dividindo bem suas funções na história sem ofuscar ou enaltecer exageradamente alguém.

P.S.: Amei cabelo afro de Annalise <3

Beijos =*


Esse texto foi escrito por: Hanssés Anderson
Comentário(s)
0 Comentário(s)