Chicago PD - S03E13 - Hit Me

Por Vittoria Crispim

10 de fevereiro de 2016

SPOILERS ABAIXO

Tenho ensaiado um pouquinho para escrever esta review desde o momento em que vi o episódio, pois o achei bem mediano e possivelmente posso classificá-lo, até aqui, como o pior da temporada.

A minha indecisão para a review em classificá-lo como bom ou ruim deu se por dois fatos:
Primeiro: A storyline do episódio. Ela poderia ter dado muito mais do que deu e isso me deixou um tanto frustrada, se tivessem explorado de outra forma o episódio teria sido magnífico e ninguém poderia por defeito.
A história em si era excelente, quem não gostaria de assistir um episódios em que a Inteligência investigaria a própria polícia? Eu iria adorar, principalmente levando em conta o histórico do nosso lindo e amado Sargento Voight, mas, graças a produção a história divagou, se revirou e voltou por mesmo lugar. 

A apresentação inicial foi de que se tratava de corrupção dentro da polícia, e aos poucos com o andar das investigações, os detetives descobriram que, na verdade, era alguém se passando por policiais, depois teve outra reviravolta e era sim, corrupção dentro da polícia, por um policial apenas, meio confuso, né? É, eu também achei.
Poxa, a produção poderia ter feito algo maravilhoso com um plot desse, a história é muito interessante e acho que eles perderam um plot desses para um episódio mediano.

A narrativa do episódio ficou cansativo, não teve aquele up que nos deixa sem respirar.
E pra falar que nenhum momento não foi espetacular, abro aqui a minha deixa para o segundo fato que citei a cima: Sargento Trudy Platt.

Se existe uma pessoa que salvou o episódio e o levou na costas, foi a sargento.

Geralmente nas poucas cenas que a Amy Morton tem na tela já bastam para ela brilhar e marcar o episódio com seu sarcasmo e mau humor. Ela é uma das preferidas de CPD sem dúvidas e neste episódio não poderia ser diferente, desde o apoio que deu a Burgess até a última cena em que ela foi a negociadora para o policial não se suicidar e se entregar foi de arrepiar.
Maravilhoso ver uma mulher tão no comando como a sargento, adoraria vê-la nas ruas ou num cargo como o do Voight, ela faria um estrago no departamento de polícia!

E já que falei dos momentos que me fizerem pensar melhor sobre a qualidade do episódio, vou falar dos outros pontos relevantes.

Achei bem legal a conversa que a Erin teve com a Burgess sobre a ideia dela de transferência. Por mais que não goste de concordar que haja essa distinção de sexos sobre quem vai ficar mal falado ou não, achei bacana a atitude da Erin para com a Kim. A Lindsay esta certa e a Kim é boa demais pra deixar que algo do tipo manche sua carreira desta forma. A cena foi boa e bem desenvolvida. 

E por mais que goste do casal Burzek e deseje ver os dois justo, acho que seria legal o Ruzek sofrer um pouco pela policial, vê se o detetive abre os olhos de uma vez por todas e dê o valor que a Burgess merece.
E de casal pra casal: Linstead. É impressão minha ou a produção One Chicago tá meio desiludida amorosamente? Gente, não que eu ache que as Chicagos são sobre relacionamentos ou que as séries se resumem ao ship, mas por favor!!! Já que atiçaram nossa vontade comecem a alimentá-la de forma decente né?! Desde que o casal se assumiu que não temos mais nada novo pra eles.

Chicago sempre Chicago. Relacionamentos de Chicago sempre sendo relacionamentos de Chicago. Não é fácil ser do fandom One Chicago.

Sendo assim, já que não podemos alterar o curso do episódio: eis aqui a review de um episódio mediano.

Se há alguém que esta lendo a review e ainda não assistiu ao episódio, digo: Assista, a atuação da Amy Morton e as cenas da Trudy Platt valem os 43 minutos de série. 
Infelizmente, pra mim, é o único fator que me faria assistir pela segunda vez o episódio.

PS.1. Roman é bem sangue quente e não se deixa abaixar pela patente. Gostei de ver ele enfrentando o Voight (e gostei mais ainda do Voight agindo como homem e não ficar de birra por conta da ousadia do policial)
PS.1.1 To meio na dúvida, o Roman gosta da Kim como amiga, não é?! To vendo coisa onde não tem, né?
PS.2 Alguém pede para produção não se esquecer que há outros personagem na série, gente, os outros personagens foram abandonado, cadê Alvin, Kevin, Antonio?

Esse texto foi escrito por: Vittória Crispim
FACEBOOK: /SeriesEmFocoWeb
TWITTER: @SeriesEmFocoWeb
INSTAGRAM: @SeriesEmFocoWeb
Comentário(s)
0 Comentário(s)