The Flash - S02E09 - Running To Stand Still

Por Lorena Alvarenga

13 de dezembro de 2015

SPOILERS ABAIXO:

Running To Stand Still foi o último episódio do ano de The Flash e além de mid-season finale, foi também um episódio natalino.

Qualquer último episódio gera uma grande expectativa e com esse não foi diferente, depois do crossover passado a série finalmente conseguiu, pelo menos aparentemente, deixar a introdução de Legends Of Tomorrow um pouco de lado e dar continuidade a suas próprias histórias, mas não foi aquele episódio que esperava. Mesmo com a promo, pelo menos para mim, o episódio teria o envolvimento de Zoom mais de perto, nada como em Enter Zoom, pois entendo a dificuldade de outro episódio daquele nível e complexidade em tão pouco tempo, mas pensei em algo menos por baixo dos panos.

Claro que por baixo dos panos não digo ruim, pois foi exatamente o contrário, episódios de natal tendem a serem mais emocionais, mais leves e nem por isso são piores. Trickster e Mago do Tempo funcionaram perfeitamente, agitaram e divertiram o episódio de uma forma muito boa.  Aliás, Trickster é um vilão incrível, com toques de loucura ou com todos os toques de loucura, que consegue fazer todas as suas maldades de um jeito mais leve, com toda a certeza é um dos melhores vilões que a série apresentou até aqui.
Em episódio de natal não pode faltar emoção e isto teve de sobra, seja com Patty – que se mostrou mais parecida ainda com Barry- seja com Harry, ou principalmente com Barry, Joe, Iris e Wally, o episódio teve grandes acertos neste quesito. Primeiro vale destacar que um enorme erro é insistir em deixar Patty no escuro sobre Barry, ela não vai demorar a saber e isso vai gerar uma quantidade desnecessária de drama, mas apesar disso o episódio conseguiu trabalhar toda a dor da personagem e acertou nas conversas dela com Barry e Flash. Já Joe, Iris, Wally e Barry renderam as melhores cenas do episódio, paternidade parece ser a chave da temporada e a série mais uma vez trabalhou o tema com maestria, a naturalidade e carinho de Joe com Barry, a surpresa de Joe ao descobrir sobre o filho e principalmente o encontro com Wally fizeram valer o episódio.

E se Zoom trabalhou mais escondido neste episódio suas rápidas aparições deixaram seus planos para Barry ainda mais claros e reforçaram as teorias sobre sua identidade. Depois de tudo o que foi mostrado fica difícil não concordar com certa teoria que anda rondando pela internet.
Com esse episódio a série encerrou seu ano de uma forma inesperada, mas talvez do melhor jeito. Conseguiu já inserir Wally na história, trabalhar a manipulação de Zoom em Harry, emocionar e desacelerar o ritmo para quem sabe voltar com tudo em janeiro.

P.s*: Gostei muito de Jay e Caitlin mas não sei onde raios vão enfiar Ronnie nessa história toda, não dá nem para saber se ele volta mesmo.

P.s**: Captain Maravilhoso Cold apareceu só para terminar de desenvolver Legends Of Tomorrow.


Esse texto foi escrito por: Lorena Alvarenga

Assista a promo do próximo episódio:
Comentário(s)
0 Comentário(s)