The Affair - S02E08 - Episode 8

Por Anna Cordeiro

29 de novembro de 2015

SPOILERS ABAIXO:
Lá pela metade da temporada passada de The Affair tudo que eu queria era que a season finale fechasse a trama com um episódio em que não se passasse pelo ponto de vista de um dos protagonistas, eu precisava desesperadamente saber quem era o errado da história. Acontece que não foi preciso que a série abandonasse a (genial!) dinâmica de divididos pontos de vista num episódio pra descobrirmos que o errado da história foi, e ainda é, Noah Solloway.

Mesmo que um pouquinho mais a cada episódio, e sobre até mesmo a perspectiva própria, Noah seja o rei dos personagens babacas, os sentimentos de Helen pelo ex marido continuam intactos e esse talvez seja o ponto mais forte do último episódio. Durante toda a parte que se passa pela sua perspectiva dos fatos Noah é visto como esse homem compreensivo, que lembra de todas as melhores coisas que caracterizavam Helen 20 anos atrás, é preocupado com ela e fala que o amor é também fé. Tudo para Helen tem um significado nostálgico e emocional, como a cena de despedida em que por alguns segundos me fez esquecer o tipo de pessoa Noah Solloway realmente é. Até mesmo o seu livro que é basicamente pornografia se torna algo decente e sobre ela em sua cabeça.  É importante observar o quão o lugar onde eles se sentam e tem a conversa após a livraria é diferente em cada ponto de vista.

Esse Noah que pensa em algo além dele mesmo é rapidamente substituído pelo Noah que estamos acostumados logo no começo da parte onde a história é contata pelo seu ponto de vista. Mesmo se você não gosta da Alison é inevitável não sentir dó dessa mulher as vezes, a falta de interesse dele na chamada, a reação decepcionante dele ao ver o quarto do bebê, a falta de interesse na gravidez como um todo... não consigo parar de pensar em como Alison deve se arrepender de um dia ter se relacionado com esse homem.
Volte sua memória para as cenas que se passam na livraria e na conversa logo após em que Noah e Helen conversam. Enquanto pra Helen a cena se passa num lugar que tem história dos dois e a pauta da conversa é o futuro da filha do casal, pra Noah a conversa se passa num pub universitário, com uma Helen bêbada e descontrolada que só faz lembra-lo que ele não é um babaca. Enquanto pra Helen a leitura do livro foi edificante e a interação com os fãs é inspiradora, na parte em que se passa pelo ponto de vista de Noah todas os comentários de fãs são pra lá de positivos e até mesmo o negativo é lidado tão bem por ele que no final ele é o digno de palmas novamente. É no ponto de vista dele em que fãs se jogam aos seus pés e lhe passam o número de seus celulares.

Alison nem é uma figura ativa nesse episódio mas a frase mais importante do mesmo é feita por ela, “you just want it all”. Noah não se sentirá feliz enquanto todo o mundo não estiver entorpecido pelo seu charme, e se um rebelde ousar não se curvar para o grande rei Noah Solloway o egocêntrico protagonista vai partir pra retaliação, o que faz não ser surpreendente o ataque ao colunista que cometeu a heresia de não se apaixonar pelo autor. Noah nunca vai estar satisfeito, essa é a maior verdade da série. Espero que Alison esteja preparada sentir na pele a humilhação que Helen sentiu quando esteve em seu lugar.

Esse texto foi escrito por: AnnaCordeiro
Comentário(s)
0 Comentário(s)