Conheça: Don't Trust The B---- In Apartament 23

Por Alvaro Luiz Matos

26 de novembro de 2015

Que tal pegar carona no sucesso de Jessica Jones e relembrarmos outro grande sucesso de crítica também protagonizado por Krysten Ritter? Sim estou falando sobre a "Vadia do 23".

Muitas comédias iniciam com o propósito de fazer rir e se aventuram nas cenas muitas vezes de forma forçada, Apartamente 23 pelo contrario começou sua jornada de forma eficiente e se propôs a nos deixar a par da situação. Conhecendo personagens, suas características, explicando o que está por vir, quais a situações podem acontecer e como serão abordadas.

A personagem principal é Chloe (Vivida por Krysten Ritter, como já citado), uma mulher linda, bem resolvida (não tão bem assim), decidida e com alguns problemas em se socializar. Seu único e fiel amigo é James Van Der Beek um grande ator famoso por fazer parte do elenco de Dawson's Creek, e talvez June, a única colega de apartamento que ela não conseguiu assustar com suas maluquices. 

June, totalmente meiga e cativante, veio para a cidade grande para iniciar sua carreira e logo que chegou viu seu novo emprego virar pó, com grandes cortes e demissões ela acabou indo trabalhar como garçonete. Por falar vale lembrar que esse núcleo da lanchonete é um dos mais legais da série.
Vale destacar também a química entre as duas atrizes principais é um dos pontos importantes pra que a série se desenvolva, fluindo muitas vezes, e transformando Don't Trust the B---- in Apartment em algo gostoso de assistir.

Outro ponto forte é nosso grande ator, James Van Der Beek, interpretando a si mesmo sem ficar forçado como Matt L’branc em Episodes, ele se encaixou bem e parece ter entendido o objetivo do personagem.

Tendo um bom quadro de atores e duas temporadas na bagagem Apartament 23 conseguiu cativar e conquistar fãs pela forma leve e espontânea de se apresentar. A série é rápida e envolvente, utiliza muito bem seus personagens principais e também os secundários  fazendo com que a série tenha um bom giro de comédia e não se torne muito repetitiva.

Vale destacar o cuidado dos produtores com cenário, com ambientação e na criação daquilo que gostamos tanto em boas séries de comédia, a o dom de fazerem piadas consigo mesmos. Apesar de tanta qualidade a baixa audiência não segurou a série por muito tempo na televisão (o que acontece a todo momento com séries boas).


Esse texto foi escrito por: AlvaroLuizMatos
Assista a promo da série:
Comentário(s)
0 Comentário(s)