The Walking Dead - S06E01 - First Time Again

Por Bruno Ganem

13 de outubro de 2015

SPOILERS ABAIXO
No último domingo The Walking Dead retornou para a sua sexta temporada, com isso, retornou também a desconfiança daqueles que acompanham a série desde o início, mas esse sentimento rapidamente ficou de lado, pois o plot interessantíssimo de Alexandria, a volta de Morgan e a ascensão de Rick deram ritmo ao episódio e nos fez ter esperanças de uma grande temporada.
Quando a série estava apenas no começo e eu estava ainda me preparando para o que estava por vir, First time again veio logo nos bombardeando com um verdadeiro batalhão de errantes que ameaçavam o grupo do cada vez mais frio e bad-ass Rick, também, os roteiristas e diretores deram um jeito de contar outra história simultaneamente, ficou confuso em alguns momentos, mas no final das contas acabou dando certo.

Outro fato curioso do episódio foram as inovações técnicas e narrativas empregadas na trama, um exemplo foi o uso do preto e branco para distinguir os momentos vividos pelos personagens, isso só me provou que até as pessoas que fazem a série acontecer estavam achando também tudo confuso, e que essa era talvez a única maneira de facilitar o entendimento do espectador, aliás, prefiro até acreditar nisso, pois não há uma outra justificativa para o uso desse tipo de recurso.

A série também fez questão de dar vez as sensações e visões de mundo dos personagens, o que em minha opinião foi magistral, as mudanças de Rick, Carol, Morgan, Daryl e Cia, foram mostradas de forma sutil e perceptível, ou seja, em uma ou duas cenas conseguimos perceber a real intenção do personagem, Rick foi um exemplo claro, pois sua visão de que a morte é a resolução dos problemas difere muito daquele Rick das primeiras temporadas, o que é perfeito, pois todos ali precisam ter suas visões e personalidades alteradas, pois as pessoas mudam, e eles continuam sendo pessoas, mesmo com todo caos em volta.

Agora só nos resta acompanhar e torcer para que os quinze episódios restantes sejam coesos, coerentes, corretos e que tenha um roteiro afiado, e principalmente, que não foquem exclusivamente nos diálogos e percepções dos personagens, digo isso pois esse papel quem desempenha é Fear The Walking Dead.
Por: Bruno Ganem
Comentário(s)
0 Comentário(s)