Quantico - S01E02 - America

Por Alvaro Luiz Matos

8 de outubro de 2015

SPOILERS ABAIXO
Essa semana vou ser breve em minha review de Quântico, mas não se preocupe a culpa não é do episódio, é minha (e da minha semana agitada).

Semana passada fiz uma comparação dessa série com HTGAWM de Shonda Rimes, estrelada pela talentosíssima Viola Davis e achei que eu fosse o único bobão a pensar e ligar essas duas tramas, mas ouvi vários podcasts fazendo a mesma ligação, relacionando os plots e os perfis dos personagens. Ou seja, não sou tão bobão assim.

Essa semana tivemos mais reviravoltas na trama, principalmente ligada ao cast principal que é formado, aparentemente, por diversos estereótipos diferentes, onde cada um possui uma motivação diferente, um segredo diferente e algo perigoso escondido. Com isso fica cada vez mais claro que a série não se importa muito em nos entregar de bandeja quem será o culpado dessa conspiração e faz questão de nos confundir todo o momento. Dessa vez me lembrei bastante de Homeland em seu início, onde tínhamos dúvidas sobre o protagonista da série.

Por falar em protagonista, que chance essa menina tem de fazer bonito na TV e ter nisso um trampolim para sua carreira? A menina é simplesmente linda e nos agrada com boas atuações. Até aqui ela tem me convencido, não é uma estrela renomada, nem se quer uma atriz incrível, mas demonstra muito potencial de crescimento para a sua carreira. Torcendo pelo seu sucesso.
Em resumo a trama se desenvolveu, o episódio teve, em minha opinião, o principal objetivo de mostrar que a Alex é talentosíssima e possui um potencial incrível dentro da academia, justificando talvez o motivo de ter sido alvo dessa conspiração e estar sendo perseguida. Tenho também alguma dúvida sobre o pai dela, sobre quem ele era e se ele está realmente morto, acho que esse personagem está diretamente ligado ao acontecimento mesmo que esteja realmente morto.

Entre os outros alunos eu me preocupo muito com o garoto Judeu e suas mentiras, tudo nele é muito artístico e muito suspeito. A loirinha e o ex-futuro agente (e agora analista) possuem uma trama mais isolada, voltada talvez para um romance (que de romance ainda não tem nada) e por estarem muito pouco suspeitos é o que mais me faz voltar aos olhos para os dois.

Por hoje é só isso, semana que vem prometo me adentrar melhor no roteiro para discutirmos melhor todo o suspense que a série tem tentando criar. Abraços e até a próxima.


Comentário(s)
0 Comentário(s)