South Park - S19E01/02 - Stunning and Brave/Where My Country Gone?

Por Alvaro Luiz Matos

26 de setembro de 2015


SPOILERS ABAIXO
Dois episódios que mostram o porquê de South Park ser sempre tão atual, sempre tão certeiro, sempre tão incrível. Toda acidez envolvendo o politicamente correto e as declarações desastrosas de Donald Trump foram os alvos desses dois sensacionais episódios.

Assumo que sou um fã tardio, não assiste todas as 17 temporadas anteriores, mas desde a última temporada tenho acompanhado a série (que é sempre muito atual, que trata de assuntos muito de momentos) e tenho me apaixonado por esse roteiro. Sei que muita gente não assiste esse desenho pelos palavrões e pelo tanto que ele pode ser ofensivo, e para essas pessoas eu quero chamar a atenção para o excelente roteiro e a crítica ácida que está sempre no ponto. Sei também que muitos assistem South Park se dizendo “badass” e para esses eu reafirmo que essa série é muito mais do que palavrão jogado ao vento, ela é uma crítica certeira à sociedade atual.

O primeiro episódio da temporada se focou na patrulha do politicamente correto, tal como temos hoje no Brasil, e mostrou que muitas vezes você é muito mais preconceituoso ao tomar atitudes ditas “corretas”. Costumo dizer que na política todo extremismo é prejudicial, a extrema direita tende a ser ditatorial, não muito diferente da extrema esquerda com as já comuns ditaduras comunistas. O ideal é sempre um ambiente onde possamos expor nossas opiniões, afinal tem uma frase que gosto muito de reproduzir que diz: “Na democracia podemos pedir a volta da ditadura ou do golpe militar, mas na ditadura não podemos sair as ruas e dizer o que pensamos” (Não sei que a disse primeiramente, mas a ouvi pelo filosofo Mario Sérgio Cortella). Ou seja, toda essa patrulha daqueles que dizem ser politicamente corretos comumente cerceia o direito de opinião dos outros. Aproveitando ainda, para terminar essa parte da review, outra frase bastante conhecida e inteligente: “Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las” (Voltaire). 

O ponto alto do primeiro episódio foram as mexicanas grávidas, afinal segundo Donald Trump elas só “servem para engravidar e ter vários filhos” e também para os refugiados sírios. Dois assuntos proibidos de se fazer piada ou de se comentar segundo a conduta Politicamente correta.

Já o segundo episódio tivemos até uma recriação de Trump como presidente canadense que só fala merda, se você não percebeu as semelhanças entre o topete na animação com o cabelo do famoso empresário e “pré-candidato” a presidente dos EUA Donald Trump, eu só lamento, você provavelmente perdeu a chance de dar muitas risadas durante o episódio.

Esse papo sobre “refugiados”, sobre imigrantes ilegais, e sobre xenofobia está muito atual e muito intocável para a sociedade, então nada melhor do que uma animação com o gabarito de South Park vir até aqui e despejar nas nossas caras todas as analogias mais absurdas que conseguirem, só para nos fazer ver o quanto tem se feito politicagem e hipocrisia envolta desses assuntos.

Para mim, uma temporada quase impecável até aqui, mesmo com só dois episódios exibidos.


Galera, até semana que vem, fiquem ligados e ajude a nos divulgar, comentando e participando. Obrigado.

Comentário(s)
0 Comentário(s)