Heroes Reborn - S01E01 - Brave New World / S01E102 - Odessa

Por Diego Maraschin

29 de setembro de 2015

SPOILERS ABAIXO
Yes, Heroes is back! Após um recesso de 5 anos a NBC e Tim Kring resolveram arregaçar suas respectivas mangas e fazer uma segunda tentativa numa era em que hoje temos muitos filmes de super-heróis por aí. Vá que dê certo dessa vez, né não?!

Ironias a parte, ao invés de deixar umas perguntas pairando quanto a alguns personagens, já resolveram responder nesse episódio duplo a coisa mais óbvia: se o Noah está de volta, cadê a Claire? Ou melhor, cadê o Mr. Muggles?

Então, provavelmente o arco dessa nova temporada, ou grande parte dela, é descobrirmos o porquê Noah sabotou a si próprio, pedindo para o Haitiano apagar algumas de suas memórias e o matar caso o procurasse.

Mas vamos lá: Noah realmente merece ser o personagem principal nessa jogada toda? People, ele foi um daqueles personagens que não dava pra amar e muito menos odiar, uma hora parecia ser bonzinho - mas obviamente era porque a filha dele tinha poderes - outra hora se mostrava um tremendo fdp.
Sim, admito que andei bem com o pé atrás com esse retorno, o que provavelmente foi o que fez eu não curtir/surpreender tanto assim. Aliás, quem assistiu comigo adorou, já eu...errrr...

Um dos pontos positivos ali foi a menção no melhor estilo "easter egg" da comic "9th Wonders". Tommy, o orelhudinho lá, mandou bem. Na real foi um dos únicos personagens novos carismáticos, e com a pressa que tiveram de apresentar um monte de personagens, até foi um milagre o muleque ter me conquistado.

Outra lance, que se bem trabalhado pode ser fenomenal, é essa coisa de os "Evos" (sim, quem tem poder é chamado assim agora) sofrerem muito com a nossa falta de tato e aceitação para com eles. Bem X-Men isso, mas tá valendo.

E tivemos, claro, o Chuck ainda sendo Chuck, porém um pouco bipolar, junto com a Pantera Negra (Luke e Joanne). Chuck, por favor, se tu vai ser o antagonista dessa caraia toda, me faça te odiar como um dia eu odiei o Sylar, #podecê ?

E mano, sério, o que é o sidekick do Noah?! Preciso dizer que adorei o Manolo?!? Quentin é o cara, super desengonçado, engraçado, um loser que - deixa eu me contradizer agora - adorei de cara, ganhou minha simpatia ó, que foi uma lindêza.

O maior ponto negativo pra mim foi aquela realidade virtual da Miko. Sério pessoal, que nada a ver aquilo. Se eles estivessem com o orçamento baixo para fazer aquelas cenas em live action, que as fizessem como...o Royal Blood fez no clipe deles, ou transformassem aquilo em anime, que seria mil vezes mais divertido. #sorryppl #odieipacas

Mas como sempre costumo a dizer, ainda é muito cedo para afirmar que a volta de Heroes não foi bem sucedida, embora o primeiro episódio não tenha me convencido.

E só para constar: fui só eu que achei o Ren idêntico ao Hiro do "Big Hero 6"?!
Comentário(s)
0 Comentário(s)