Grey's Anatomy - S12E01 - Sledgehammer (Season Premiere)

Por Juliane Santana

27 de setembro de 2015

SPOILERS ABAIXO:

“Mas eu prometo. Você está prestes a descobrir que tudo mudou. ”

O último episódio da temporada anterior terminou com Meredith, Maggie e Amelia e é do mesmo jeito que começa e termina o primeiro episódio. Já deu para entender que o enfoque será enorme nas três e a forma que esse relacionamento será a base dessa nova Meredith que conheceremos. Após tanto sofrimento, Grey conseguirá um pouco de calmaria?

Sobre “Sledgehammer” daria uma nota 7,5. Como um episódio de volta da série que, querendo ou não, está perdendo um pouco dos seus fãs (até que normal, estamos na 12ª temporada) foi um episódio morno. Tratou de temas bons como homofobia, coisa que a série sempre fez com maestria, porém não nos deu muita informação em relação a vida dos nossos personagens tão queridos.

Mesmo assim, estava com tanta saudade de me emocionar com pacientes e suas vidas, sim é tudo ficção, mas é o tipo de ficção que está tão perto da nossa realidade, acidentes e cirurgias que realmente podem estar acontecendo em algum lugar do mundo.

Isso é o que mais amo em Grey’s Anatomy, é que ela é uma série tão real. Com problemas tão próximos dos espectadores. Se você acompanhou as onze temporadas inteirinhas é quase impossível nunca ter se identificado com alguma situação que o personagem passou, ou uma decisão que você precisava tomar em algum relacionamento, ou profissionalmente, e essa decisão estava sendo retratada naquele episódio. O mais interessante é o quanto um drama como Grey’s Anatomy nos faz refletir em nosso dia a dia e a forma como podemos encarar as diversidades que são apresentadas pela vida.

Podemos ter desafios no trabalho, assim como Bailey disputando uma vaga com pessoa tão qualificada quanto ela, abalando sua confiança e quase a fazendo desistir de sua vaga como chefe. Ou então desafios na vida pessoal, como Avery e Kepner, um casamento desmoronando e os dois sem saber como agir, sem saber se ainda existe algum sentimento ou talvez esteja na hora de alguém dar o primeiro passo e sair desse relacionamento.

Quando a série fala logo no começo que algo mudou, eu não poderia concordar mais. E assim como vimos no final, o que mudou foi “você”. Vimos a protagonista ganhar tanta força, passar por tantas situações, mortes e alegrias. Com certeza não é a mesma Meredith que conhecemos no piloto e não somos mais os mesmos espectadores daquela época. Crescemos junto com a série, e não importa se você maratonou tudo em um mês ou está nessa caminhada há mais de dez anos, o crescimento é interno, puro conhecimento pessoal.

Ok, demonstrei meu amor pela série. Já me convenci que estou mais do que certa em continuar com essa temporada e mesmo com altos e baixos no roteiro, erros aqui e acertos ali, a série não me decepcionou. Ainda consegue cumprir o seu papel mais importante que é emocionar quem está do outro lado da tela. Por exemplo, não posso escutar a música “How to save a life” e não lembrar do Derek e tudo o que aconteceu, e para mim uma série que consegue tocar assim em uma pessoa merece total fidelidade.

E você, o que achou desse episódio? Deixe deu comentário e veja a promo do próximo episódio. 


Siga nosso TWITTER - Curta nossa FANPAGE - Conheça nosso GRUPO no Facebook

Assista a promo abaixo do próximo episódio:
Comentário(s)
0 Comentário(s)