Primeiras Impressões - Minitory Report

Por Alvaro Luiz Matos

14 de agosto de 2015


Estão vazando alguns pilotos de vários canais e Minority Report é só mais um desses vazamentos convenientes para as emissoras. O que me surpreende é que apesar de serem procedurais (Lucifer, Blindspot e Minority) todas possuem uma roupagem diferente.

A sensação que tenho é que o gênero mais comum da televisão americana e que sempre geram boas audiências por lá, dessa vez vieram com mais força e mais brilho. Foram polidas, eu diria.

Afinal, procedural é algo simples, algo fácil e nada espetacular. Mas todos os pilotos que assisti tinham algo diferente, tinham um roteiro por traz que se bem utilizado pode sustentar a série por mais tempo e apesar de não gostar desse ramo de séries eu acabei bastante convencido com o que assisti.

Mas vamos focar nesse piloto de Minority não é? O elenco é bem regular, temos poucos atores de peso como Wilmer Valderrama, que mesmo popular e conhecido por “That 70’s Show” ainda não me convence como ator de drama/suspense, aliais o único personagem que me convenceu com uma ótima atuação foi o esquisito que havia sido baba de Dash durante o programa pré-crime. No mais tudo muito linear e aceitável, afinal poucos papeis ali precisam de uma boa atuação.

A ambientação está bem legal, é sempre interessante quando assistimos algo futurista e podemos ver muito bem uma divisão, evoluções tecnológicas e artefatos “antigos” (como no caso do Ipod, por exemplo), tudo isso faz com que aceitemos melhor aquele ambiente, se torna mais palpável em meio a tanta “modernidade”.
Já o roteiro principal, o suspense sobre Artur não me envolveu ainda, acredito que o piloto podia ter dado mais espaço para esse arco ao invés de querer fisgar o público somente com o caso “da semana”. Obviamente tem algo errado acontecendo ali, o desaparecimento dele pode estar relacionado a grandes conspirações, principalmente quando sabemos que Dash é apenas o mais fraco dos três. E no lado procedural, como sempre, nada me surpreende; realmente assisto e aceito o que está acontecendo, sem grande esforço e sem grande preocupação (isso é algo bem pessoal, se você gosta de procedural vai gostar muito).

Vou encerrar o texto repetindo o que disse no início dele: Pra quem gosta de procedural essa nova temporada vai ser muito legal, as roupagens estão diferentes, estão envolvidas com novos atributos e suspenses interessantes; e pra quem não gosta de procedural está ai uma boa chance de mudar de ideia.


Assista a promo da série:
Comentário(s)
0 Comentário(s)