Opinião: Cinco grandes séries de comédia que você precisa assistir - Parte 1

Por Bruno Ganem

19 de julho de 2015

Em mais uma lista do Series em Foco vamos apresentar a você cinco séries de comédia que de alguma forma marcaram época. Lembrando que o objetivo não é fazer um ranking com as melhores séries, e sim apenas indicar cinco séries de qualidade que diferem uma das outras, que utilizam formas diferentes de linguagem e abordagem. O texto está soando como uma conversa, é justamente essa a intenção, espero que gostem!

The Office - NBC

Vou começar falando da série que simplesmente estabeleceu um nível na comédia, dificilmente vamos encontrar uma série tão ágil e engraçada como The Office, é impressionante como uma série com um elenco tão grande e desconhecido do grande público conseguiu dar tão certo, e mais, fazer você criar um sentimento de afeto por todos, a impressão é que todos da Dunder Mifflin eram seus amigos.

A série, de nove temporadas é totalmente curiosa, pois ela funciona como uma espécie de "reality show", onde uma produtora grava o dia a dia dos funcionários com o intuito de lançar um filme sobre o dia dia da empresa, com isso, os próprios personagens deixam seus pontos de vista sobre os acontecimentos, com certeza é um dos pontos altos da série, pois presenciávamos momentos hilários.

Além do elenco afiado, talentoso e promissor, tínhamos o Steve Carell como ator principal, ele no papel de Michael Scott era um show a parte, tanto de interpretação como de improviso, foi um verdadeiro "papa prêmios" na época, e talvez o grande personagem cômico da história do mundo das séries.

The Office é uma série que vale a pena assistir pelo fato de praticamente tudo que você encontrar na série não encontrará em lugar algum, praticamente todos os episódios da série são incríveis, mesmo após a saída do Steve Carell, que ocorre na sétima temporada.

OBS¹ - Só de falar em The Office fica impossível não lembrar de Jim e Pam  (John Krasinski e Jenna Fischer), casal inesquecível da série.
OBS² - The Office tem um dos melhores series finale da história, o clima de nostalgia é absurdo.
OBS³ - A série é uma adaptação de The Office UK, série britânica de grande sucesso.
Arrested Development - Fox/Netflix

Aí está uma série que não se encaixa em absolutamente nada, Arrested Development é uma das comédias mais curiosas que já passaram pela TV. Digo isso pois em nenhum momento você cai na gargalhada como em The Office ou a próxima que será citada, mas a série consegue entreter e despertar constantemente a sua curiosidade com os acontecimentos a seguir.

A primeira temporada é uma espécie de introdução, tudo é muito experimental e fica bem claro isso, mas na segunda temporada a série se encontra e assistir Arrested Development se torna uma grata experiência. Outro ponto interessantíssimo é a forma com a série faz o telespectador dar risada, simplesmente não existem piadas, as risadas ocorrem devido as informações que a série vai acumulando durante o tempo, portanto, é necessário prestar atenção para não perder esses detalhes.

OBS¹ - A série teve três temporadas na FOX, mas foi resgatada e teve uma quarta temporada pela Netflix. A quinta temporada será em 2016.
OBS² - Ed Helmes, Bob Odenkirk, Julia Louis Dreyfus, Blue Man Group e Amy Poehler foram algumas das estrelas a participarem da série.
OBS³ - A narrativa muda muito com o decorrer da série. Por exemplo, o narrador se torna bem mais presente e os personagens que antes atuavam sempre juntos, passam a ganhar episódios "solos", bem parecido com Skins.
Two and a Half Men (Era Charlie Sheen) - CBS

Dentre as séries dessa lista esta talvez é a mais conhecida ao redor do mundo. Charlie Sheen, John Cryer e Angus T. Jones viraram celebridades mundiais por causa de TAHM, mas o resultado não poderia ser outro, o sucesso foi merecidíssimo.

Chuck Lorre, criador da série tinha um grande dom: Contar várias vezes a mesmas histórias, mudando apenas os personagens, e mesmo assim continuar atraindo cada vez mais público, e o principal, continuar mantendo a graça da série.

As cinco primeiras temporadas da série são incríveis, a série mantém uma regularidade absurda, com inúmeros momentos hilários. A sexta temporada cai muito de qualidade, mas a sétima e oitava retomam o nível da série, mas fica difícil não notar o desgaste físico de Charlie Sheen por causa do consumo de drogas e bebidas, consequentemente ele foi assumindo paulatinamente um papel de "coadjuvante".

Como todos sabem, o ator Charlie Sheen foi demitido e deu lugar ao Ashton Kutcher, é bastante curiosa a forma como os problemas entre o ator e o diretor conseguiram superar o legado até então deixado, a briga de egos foi tão grande que deram um fim sem pé nem cabeça ao Charlie, nem sequer deixaram o público se despedir do personagem, isso foi apenas a ponta do iceberg, a série com o tempo perde bastante a graça e muda bastante a pegada, se tornando uma comédia pastelão e com situações forçadas, portanto, da nona até a décima segunda temporada o conteúdo perde qualidade, mas em alguns raros episódios a série retoma a qualidade, mas no fim das contas Two and a Half Men se consolidou como uma gigantesca série de comédia.

OBS¹ - A oitava temporada teve apenas 16 episódios, a situação estava tão tensa nos bastidores que nem completaram a temporada, que sempre fechava com 23 ou 24 episódios.
OBS² - A rotatividade da série é uma coisa absurda, todo episódio entra gente nova, mas não afeta em absolutamente nada o andamento da série.

Em breve você vai conferir as duas séries restantes da lista.

Assista ao trailer de Arrested Development:

Comentário(s)
0 Comentário(s)