Orphan Black - S03E02/03 - Transitory Sacrifices Of Crisis/Formalized, Complex And Coslty

Por Antonio Neto

9 de maio de 2015


SPOILERS ABAIXO:
Não é fácil atender às expectativas após uma season premere tão frenética quanto The Weight of this combination. Mas prender o telespectador nunca foi um exatamente um desafio para Orphan Black. Sabendo exatamente quando mexer com os ânimos e quando congelá-los, a série continua a demonstrar que está longe de perder o fôlego. Com Art no clone club, Gracie assustadoramente útil e Delphine destroindo Rachel, o terceiro ano do seriado da BBC America não está fácil para Mãe Diná. A série tornou-se imprevisivelmente gostosa de assistir e essa temporada lembra mais a finada primeira do que a sua antecessora, um vínculo que só faz bem.

Transitory Sacrifices Of Crisis e Formalized, Complex And Coslty serviram bem ao meu atraso em resenhá-los e foram episódios bastante sintonizados, há muito a se comentar sobre os dois. Para começar, qual é a do projeto Castor? Seth e Rudy pareciam estar em missão de fecundar o máximo de mulheres que conseguissem ou tentar fecundar uma sequer, já que está confirmado que os clones são estéreos. Ambos os episódios também mostraram que os clones Castor, assim como os Leda, estão adoecendo, por isso os militares procuram a amostra original. E já que estamos no assunto: Leda e Castor são irmãos! Está aí outra reviravolta surpreendente.

Uma série como Orphan Black não é conhecida por subtramas ou trillers, mas o interessante é que eles finalmente encontraram espaço para isso. Meio sem lugar na trama, visto que não quer muita participação no clone club, Alisson é uma personagem que estaria jogada na história. Cosima é a pesquisadora, Helena é o soldado, Sarah investiga, mas como justificar o tempo da Alisson em tela? Para tanto, ela recebe uma nova tarefa: válvula de escape. E funciona. É divertido assisti-la preocupando-se com coisas bobas entre tantas conspirações, investigações, fugas, tiros, mortes. Esses momentos são como as horas fofas de Sarah, Kira e Call em Transitory sacrifices of crisis: é o lado humano dos personagens aparecendo. E embora esse recurso quebre (intensionalmente) o ritmo dos episódios, é algo que só faz passar credibilidade ao roteiro.


Estando Transitory Sacrifices Of Crisis e Formalized, Complex And Coslty divididos entre curar eventos e consequências de plot anteriores para dar início a uma nova trama e de fato iniciá-las é comum que os episódios tornem-se mornos e a fluência esfrie. É um sacrifício necessário para manter a originalidade e espírito da série enquanto desenvolvem o caminho com o cuidado necessário para não se perder no mesmo ao entregar coisas mal desenvolvidas ou desenvolvidas à exaustão. Entretanto esse trabalhoso recurso é bem utilizado aqui, dando aos dois episódios a agradável sensação de continuação, de, já que usei a metáfora de fôlego antes, inspirar e espirar.

Nota: 7,5

Menção honrosa: Paul sempre tem um motivo oculto para suas ações, é esquisito vê-lo agindo sem eles. O que ele planeja?

Menção honrosa²: O que querem/planejam os Proletheans?




 Por: Antonio Neto
Siga Nosso TWITTER - Curta nossa FANPAGE - Conheça nosso GRUPO no Facebook


Assista a promo do próximo episódio:
Comentário(s)
0 Comentário(s)