Polêmica da Vez - As atrizes que Mexem com o Nosso Imaginário (Part. 1)

Por Alvaro Luiz Matos

18 de março de 2015

Toda lista gera polêmicas, quem entrou e não deveria estar, quem não entrou e poderia estar, mas aqui vai uma opinião bem peculiar de alguns dos nossos colunistas que escolheram as atrizes mais envolventes da atualidade.

A unica regra é deixar você de queixo caído.

DEBORAH ANN – Por: Marcus Vinicius

Falar de beleza e não falar da Deborah Ann é quase impossível, correto? Eu confesso que não conhecia outros papéis feitos pela atriz, mas depois que ela entrou para o elenco de True Blood acabou me conquistando cada vez mais, principalmente por sua beleza singular. Afinal, não é toda mulher que é ruiva, linda e sexy.

Deborah é o tipo de mulher que acaba chamando atenção em qualquer lugar em que ela passe e sem dúvidas arranca suspiros de todos nós homens que nos deparamos ao assisti-la na tv. Com apenas 27 anos, a atriz estadunidense é dona de olhos azuis complementado com o tom de sua pele delicada, sem contar também com seu corpo escultural, precisa de mais alguma coisa?

P.S: A atriz não é ruiva natural, começou a pintar o cabelo quando ainda estava no colegial, mas quem se importa com isso? Todos seus atributos acabam fazendo nós nem repararmos nisso.

LILI SIMMONS – Por: Alvaro Luiz Matos
Pensando em colocar uma ninfeta no roteiro do seu seriado?   Lili Simmons é com toda a certeza a melhor opção para interpretar essa personagem e fazer bonito. Mas se você quer fazer aquela vilã dissimulada que cresce junto com o seu seriado, pois é Lili Simmons de novo.

Acredito eu que ela só não conseguiria fazer uma personagem feia, se bem que os maquiadores hoje em dia fazem até zumbis, porque não conseguiriam.

A minha afirmação acima nem se da ao obvio apelo sexual da menina, mas ao talento nas interpretações de suas personagens. Em Banshee ela é “sonsa”, como definiu bem a minha amiga Poli Mendes, mas não leve isso como pejorativo, a sonsa aqui significa que ela está esperando o momento certo pra fazer a mesa girar e sair por cima, e toda a sutileza dessa evolução da personagem se da na bela interpretação de Lili Simmons.

LUCY LAWLESS – Por: Antonio Neto
Fazer uma coluna sobre atrizes que mexem com o imaginário masculino sem citar aquela que, para os mais novos, foi provavelmente a primeira é quase uma heresia a ser punida com a ira de Zeus.

Lucy Lawless foi em 1997, de uma só vez, considerada uma das Cinquenta mulheres mais belas do mundo, uma das quarenta atrizes de TV mais fascinantes e uma das 25 pessoas mais intrigantes do ano pela revista People. Além de marcar os anos noventa com seu papel e sua beleza, ela alcançou uma conquista importante para as personagens femininas: Sendo apenas uma heroína secundária que ganhou um spin-off, Xena ofuscou um grande o herói Hércules, astro da série principal.

Mais recentemente ela esteve no elenco de Spartacus e Agent's of SHIELD.

ANNA SILK – Por: Antonio Neto
A Anna Silk figurar essa lista é um pouco irônico dados os poderes de sua personagem Bo no seriado Lost Girl. Entretanto, a bela não precisa apelar para o femme fatale de sua personagem ou para seus talentos sexualmente atrativos de succubus para chamar atenção.

Natural da província de New Brunswick, Canadá. A atriz de 40 anos trilhou seu caminho dos comerciais para o cinema e televisão, chegando a atuar em séries como Being Erica (no papel de Cassidy Holland) e Ghost Whisperer (Haylie, no episódio "Big Chills") e o seriado canadense Lost Girl.

RACHEL BILSON – Por: Fabiano Oliveira
Não é de hoje que Rachel Bilson fascina o imaginário masculino. A gata que completou 33 anos é norte-americana e ficou mundialmente conhecida após participar da série The O.C Um Estranho no Paraíso, interpretando Summer Roberts. Tem um rosto quase que angelical e aparência de ninfeta, deixando aquele desejo por mulheres mais novas a flor da pele.

Hoje ela interpreta a Doutora Zoe Hart em Hart Of Dixie, onde vive em uma cidade pacata dos Estados Unidos e vivência experiências que só uma cidade pequena pode lhe proporcionar. Zoe não faz o estilo mulher fatal, mas chama atenção por ter um estilo moderno e por sempre exibir seus belos pares de perna. Todos na cidade querem saber quem é Zoe Hart e os homens não perdem qualquer rastro de chance que ela possa proporcionar.

TATIANA MASLANY – Thamara Ribeiro
Nascida em Regina (Canadá) a libriana Tatiana Maslany tem um currículo extenso de trabalhos na TV e cinema, no entanto teve seu auge de reconhecimento em 2013 quando estreou a primeira temporada da série Orphan Black na qual atua como protagonista.

Não se pode dizer que Tatiana tem um tipo de beleza comum, ela descende de variadas nacionalidades sendo elas ucraniana, polonesa, alemã, austríaca e romena. Honestamente não a considero a mais bela das mulheres e tão pouco estaria na minha lista das “100 mais”, no entanto ela carrega alguma coisa capaz de mexer com o imaginário masculino e também o feminino.

Além disso, suas personagens em Orphan Black também alimentam esse pensamento, mulheres fortes e independentes que lutam pela própria sobrevivência e pela de quem amam usam como arma sua inteligência e esperteza. Personagens heroicas sempre trazem consigo essa imagem atraente capaz de seduzir qualquer um.

VOCÊ POSSUI UMA OPINIÃO SOBRE O ASSUNTO? COMENTE
Siga nosso TWITTER - Curta nossa FANPAGE - Conheça nosso GRUPO
Comentário(s)
0 Comentário(s)