The Flash - S01E11/12 - The Sound and The Fury/ Crazy For You

Por Lorena Alvarenga

9 de fevereiro de 2015


SPOILERS ABAIXO:
Impossível ter um vilão espetacular sempre, ainda mais um episódio depois de Captain Cold ter dado as caras por Central City novamente. Mas nem por isso tivemos dois episódios menos interessantes, se os vilões em si eram “menos importantes”, os episódios acabaram compensando em outras áreas.
Mesmo o Flautista não sendo um daqueles vilões de nome e nem o mais interessante de todos, 

conseguiu chamar minha atenção.  A ligação do personagem com Dr. Wells, sua personalidade difícil e toda a ironia me convenceu.  A “disputa” dele com o Cisco, o fato de saber um segredo do Dr. Wells (mesmo não sendo o segredo que esperava) e a forma como mesclaram tudo com bons flashbacks, sem dúvidas serviu para incrementá-lo.
Já a vilã de Crazy for you, não poderia ter me dado mais preguiça.  A proposta era boa, os poderes dela também, mas a forma como ela foi desenvolvida não poderia ter sido pior. Nesse décimo segundo episódio muitas coisas paralelas foram desenvolvidas, e muitas delas eu gostei, mas a verdade é que não sobrou muito espaço para Peak-A-Boo impressionar. A cena do Barry quebrando as luzes e capturando- a foi bem xôxa e até meio ridícula, não rolou aquele embate e assim mais um meta-humano foi usado.
Se tem um ponto em comum nos dois últimos episódios, é a parte emocional. Tanto em um como no outro esse ponto foi muito bem explorado. No primeiro a relação Barry/ Joe mais uma vez se destacou, sempre elogio os momentos dos dois e não me canso. A relação deles é ótima, fofa e o Barry tem muita sorte de ter Joe sempre se preocupando com ele. Já no décimo segundo episódio a relação do Barry com o pai foi o que chamou atenção, o fato deles terem conseguido se abraçar e toda a fala sobre se orgulhar do filho foi bem bonito de ver.
Crazy for you veio para confirmar (se é que alguém tinha dúvidas), que Barry e Caitlin tem química de sobra, as cenas do bar, karaokê e da troca de roupa foram ótimas. Eles combinam, tem uma relação natural de amizade e conseguem equilibrar bem o humor e a fofura. É uma relação bem diferente da Iris/Barry, não é forçada. Aliás, provavelmente nunca vou entender o motivo de tentarem empurrar goela abaixo essas mocinhas toscas e sem sal.

Nesses dois últimos episódios duas coisas realmente interessantes aconteceram, primeiro Dr. Wells e o traje amarelo apareceram e descobrimos que os taquíons não são para energizar a roupa, mas sim o seu corpo. É impressionante como episódio após episódio conseguem tornar o personagem mais interessante, sempre que conseguimos alguma informação sobre ele, outras tantas milhares de perguntas surgem e fica impossível não criar umas trilhões de teorias. E se Dr. Wells geralmente fica com as cenas bombásticas, em Crazy for you resolveram dar os segundos finais para Grodd dar seu show. E foi absolutamente espetacular, toda a escuridão misturada com homens sendo atacados e gritos, conseguiu dar o efeito certo ao personagem.

P.s*: Não entendi a necessidade de colocarem Linda Park na história, vai ser mais uma personagem para a gente se apegar e até chegar considerar juntar ela com Barry (se não rolar Barry/Caitlin), para depois os roteiristas colocarem Iris com ciúmes e novamente forçar o casal.

P.s**: Firestorm cada vez mais interessante.

Assista a promo do próximo episódio:
Comentário(s)
0 Comentário(s)