Cinema Em Foco: O Fabuloso Destino de Amélie Poulain

Por Beatriz Fabri

5 de fevereiro de 2015

"Amélie é uma garota inocente e ingênua que vive em Paris, com o seu próprio senso de justiça. Ela decide ajudar aqueles a sua volta e no meio do caminho descobre o amor". Esta é a sinopse do filme pelo site IMDB. Vou ser bem sincera com vocês, acho que não assistiria ao filme lendo essa sinopse, e é isso que é engraçado no cinema pois, muitas vezes (na grande maioria), a sinopse não faz jus ao filme, não faz jus à mágica que sentimos uma vez que apertamos o play e este é um destes filmes mágicos.

Vamos começar pela atriz, Audrey Tautou. Não conseguiria imaginar outra pessoa mais perfeita para este papel. Aí que me surpreendo quando descubro que o papel de Amélie Poulain foi escrito especificamente para Emily Watson mas ela teve que recusar pois não não sabia falar francês e estava em outra gravação no momento. 

Audrey Tautou é linda, maravilhosa e está perfeita neste papel. O papel de uma menina, de uma mulher comum e que, como todos nós (pessoas comuns), é definitivamente especial. É interessante pensar que o que há de mais mágico neste filme é justamente o fato de que os personagens são extremamente comuns e que são retratadas várias coisas do cotidiano que podemos nos relacionar e nos identificar. 

O filme começa introduzindo os personagens e dizendo do que eles gostam e do que não gostam, mas foge completamente aos clichês de filmes românticos. No caso deste filme não são mencionadas coisas genéricas, mas sim aqueles pequenos prazeres, aquela coisa que só você sabe, que está no seu íntimo, e que são na verdade as coisas mais simples que às vezes nós mesmos nem nos damos conta.

Amélie tem um senso de justiça muito forte e é bárbara a forma que ela "faz justiça com as próprias mãos". Ela é uma pestinha, super engenhosa, criativa, sonhadora, romântica e misteriosa. É divertidíssimo acompanhá-la em suas aventuras.

Além desse gostoso passeio pelo mundo de Amélie, o filme também conta com uma belíssima trilha sonora, composta por Yann Tiersen, e com lindas fotografias deixando em destaque as cores verde, amarelo e vermelho. Um ótimo filme que com certeza vale a pena conferir.  Espero que gostem! 

Comentário(s)
0 Comentário(s)