Polêmica da Vez - Os melhores Episódios de 2014

Por Alvaro Luiz Matos

5 de janeiro de 2015

SPOILERS ABAIXO:
Nossa equipe de colaboradores formou uma lista dos melhores episódios do ano de 2014 baseadas em suas opiniões e gostos próprios. Venha conferir se a nossa opinião confere com a sua?

Game of Thrones  - S04E08 - The Mountain and The Viper ( Por: Beatriz Fabri )

A quarta temporada de Game of Thrones foi uma temporada excelente e com muitos momentos marcantes, mas com certeza dentre todos esses ótimos episódios o “The Mountain and The Viper” se destaca, pois nos surpreende de diversas maneiras. Primeiramente o nome do episódio já nos chamava a atenção e nos deixava na expectativa. Desde o episódio 06 estávamos aguardando o combate e já no episódio 07 descobrimos que Oberyn Martell seria o campeão a lutar por Tyrion e não poderíamos estar mais ansiosos pela chegada deste episódio.

No decorrer do episódio percebemos que seria um daqueles que mostrariam os diversos núcleos da história e vemos que ele há muitas coisas importantes para a história e que nos deixam algumas indagações como, por exemplo, a transformação da Sansa: finalmente depois de tanto sofrimento ela entendeu como esse jogo deve ser jogado? Será ela um “Lord Baelish” versão mulher a partir de agora? Além desse há também outros momentos interessantes para o seriado e também uma engraçada da Arya com o Clegane para descontrair.


Depois de tudo isso, e o combate? Falta apenas 5 minutos para acabar o episódio e você está certo que isso se resolverá no próximo e a tensão começa. Aí que nos surpreendemos novamente. Em cinco minutos temos uma sequência de cenas fantásticas, a reação de cada um (Tywin, Cersei, Jaime, Tyrion, Oberyn e Ellaria) a cada parte do combate, nos é transmitida  de maneira muito real. Você sente junto com os personagens: desespero, tristeza, alegria, empolgação, arrepios, e então você fica paralisado imaginando o que virá a seguir ao mesmo tempo em que tenta digerir tudo o que aconteceu nesses curtos (ou não tão curtos) 5 minutos. É sem dúvida o melhor episódio que vi este ano.

How i met your mother – S09E23/24 – Last Forever ( Por: Pâmela Albuquerque )
Em se tratando do episódio que mais me marcou esse ano, qualquer outro que não fosse esse seria mentira. Sim, me peguei chorando que nem uma boba quase todo o tempo, me emocionou de verdade. Talvez por eu ser fã da serie há anos, me acostumando a acompanhar tudo de novo que acontecia, eu já soubesse que o último não seria fácil e as expectativas não seriam baixas. As opiniões sobre o desfecho da série e tudo o que acontece neste episódio são bem divergentes, uns amam outros odeiam. Eu particularmente adorei. Foi só mais um atestado do quanto toda a história foi muito bem pensada e planejada, algo que sempre admirei ao longo das 9 temporadas. Acredito que a forma como acabou contribuiu para me marcar tanto e tornou tudo mais Legendary ainda. Só de escrever sobre ele me dá vontade de assistir de novo, foi incrível.

Outlander – S01E07- The Wedding ( Por: Eliane Silva )
Outlander é uma daquelas séries que aparecem de repente e do mesmo jeito que apareceu consegue juntas milhões de fãs ao redor do mundo aclamando o enorme sucesso com oito episódios recheados de momentos marcantes.

The Wedding foi o episódio mais comentado dessa temporada, com cenas marcantes e diálogos super elaborado esse episódio é até hoje o mais assistido até pelos curiosos que não acompanham a série.

Com uma interpretação perfeita, os atores Sam Heughan (Jamie Fraser) Catrinona Balfe (Claire Fraser), protagonizaram um dos momentos mais bonitos desse episódio, nem mesmo a cena de nudez foi tão elogiada quanto o momento em que Jamie perde sua virgindade com a experiente Claire, que o leva ao êxtase em uma paixão enlouquecida guiada pelo desejo e pelo amor. A partir desse momento e os demais que seguem nesse episódio, Jaime e Claire caíram no gosto dos fãs que não só assistem a série como também começaram a ler o romance no qual a série foi baseada. “A Viajante do Tempo” – Diane Gabalon.

Os produtores decidiram escrever a história fiel do livro, tendo algumas cenas e alguns diálogos modificados, no entanto nada que possa distorcer a história verdadeira narrada no livro.

The Big Bang Theory - S08E08 - The Prom Equivalency ( Por: Mari Bomfim )
Esse ano, sem dúvidas, foi um ano muito bom para as séries com ótimos episódios, mas o meu preferido foi um recente: The Big Bang Theory, episódio 8 da 8ª temporada, sim o número 8 é um número auspicioso (#numerólogafeelings). Nos EUA o baile de formatura é sempre um momento único, para o bem ou para o mal, não importa, esse evento está no imaginário adolescente daquele país.

Neste episódio, a galera decide recriar um baile de formatura, já que alguns não tiveram uma experiência muito boa, ou simplesmente não foram no seus, o clima fica romântico, roupas chiques, maquiagens, limusines e, de repente, Sheldon se sente pressionado com esse “evento social”.

O episódio inteiro é fofo e engraçado, características muito presentes na série, mas sem dúvida o momento auge é a declaração de Sheldon para Amy. Ele já haviam se aproximado mais, rolou até um beijo, mas sem dúvida esse momento foi emocionante para Amy e para todos que torcem pelo casal Shamy  e acompanham a série.

No momento em que, toda sem jeito e particularmente enrolada com a situação, Amy resolve dizer que ama o namorado, Sheldon se precipita e diz que também a ama e completa: “Não há como negar que eu tenho sentimentos por você, que não podem ser explicado de outra forma... Brevemente considerei que eu tinha um parasita cerebral, mas isso ainda parece ainda mais improvável. A única conclusão foi AMOR!”.

Uma mistura de Sheldon com Mr. Darcy de Orgulho e Preconceito, não acham?

Orange is the New Black - S02E13 - We Have Manners. We're Polite ( Por: Louren Mayara )
Quando penso em episódios preferidos e em séries preferidas Orange is The New Black sempre está na lista, e um episódio em especial por tudo o que ele representou para a segunda season e também pelo tanto de plots que ele juntou tão perfeitamente, deixando aquela impressão de que o tempo não vai passar rápido o suficiente e a season 3 vai demorar uma eternidade.

Como fã totalmente cega pela série, fiquei inteiramente satisfeita com o modo com que os plots foram convergindo para um mesmo ponto firme. Com conclusões que mudaram o rumo das vidas envolvidas, como a mudança de direção da prisão, a decadência da Vee e a perda de esperança do Sr. Haley, mas, o forte de OTNB sempre foram os diálogos e interações, então, em We Have Manners. We’re Polite não poderia ser diferente, particularmente amei todo o repertório de angustia que a Nicky espalhou por toda prisão e a compaixão que a Morello sempre esbanja , não houve como não sentir a liberdade da Sra. Rosa. A parte de causar sentimentos intensos foi alcançada com sucesso.

Depois de passar a season inteira sentindo falta da Alex, finalmente terei minha personagem amada de volta, e um dos pontos altos do episódio foi o reencontro entre Piper e Alex e a forma como elas são apaixonantes, mesmo com tantas traições envolvendo a relação das duas é inegável os sentimentos que ligam os seus caminhos. À cima de tudo escolhi esse episódio não só por ser um dos meus preferidos mas também por preencher tudo o que queria para a próxima temporada que espero ansiosamente. 

Sherlock - S03E02 - The Sign Of Three (Por: Antonio Neto)
Era impossível que The Sign Of Three (S03E02), de Sherlock, não integrasse essa lista. Não só o episódio foi um dos mais marcantes do ano, como também, o foi o fato de que em 2014 tivemos episódios inéditos da série. Após um hiato de 02 anos (!!!) o detetive estava de volta, renovando os ânimos e brincando com a própria fórmula.

John está sem casando e, sem surpresas para ninguém, Sherlock é o padrinho. Porquê esse episódio está na lista de melhores do ano, você pergunta? Por que ele é extremamente fan-service, mas sabe manter o equilíbrio entre ser algo feito para os fãs e agradar o grande público que apenas ligou a televisão para passar o tempo.

Somos brindados por um caso que faz parte do discurso de casamento, mas acaba transcendendo essa barreira e, no final, resolvendo-se por lá mesmo encerrando o próprio ciclo.

Com sacadas geniais, como o detetive perceber antes de John que Mary está grávida, o pulso firme do Sherlock frente à convidados que tenham um passado romântico com a noiva e a ajuda do detetive em escolher um parceiro para a dama de honra, The Sign of three possui o perfeito balanço entre canon e procedural.


GOSTARAM DA LISTA? ALGUM EPISÓDIO QUE GOSTARIA DE VER NELA? OU ALGUM QUE NÃO MERECIA ESTAR NESSA LISTA? 
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Comentário(s)
0 Comentário(s)