Arrow - S03E10 - Left Behind

Por Lorena Alvarenga

28 de janeiro de 2015


SPOILERS ABAIXO:
Depois daquele final de tirar o fôlego do último episódio, de criar mil teorias sobre a volta do Oliver, o pensamento era que o episódio seria no mínimo tão espetacular quanto foi o outro. Mas bem na verdade, não foi nem de longe tão bom quanto poderia e apesar de não ter sido ruim, na maior parte do tempo não conseguiu me empolgar.  Está claro que a volta do Oliver vai demorar, o que é absolutamente normal, mas mesmo sabendo disso foi inevitável passar o episódio todo com a sensação de alguma coisa faltando.
Sem Oliver coube ao Team Arrow manter a ação e continuar o trabalho, o que era o mais natural. Ficou mais do que claro que além da falta que o arqueiro faz na vida pessoal, eles não estão tão preparados para o trabalho sem ele. Matar o personagem principal e trazer ele de volta é de uma ousadia e loucura sem tamanho, tudo precisa ser feito de um jeito bem feito, é preciso que esse espaço vazio seja preenchido de uma forma excepcional e não foi isso que aconteceu. 

Desde que essa história de morte começou, imediatamente quis saber qual seria a reação da Felicity com tudo isso, e depois de ver como ela ficou com a morte da Sara eu estava esperando algo grandioso, o que não aconteceu. Ela passou o episódio todo tentando continuar com o trabalho e tentando manter Diggle, Roy e até Ray seguros.  Ainda não consegui me decidir se fiquei mais de coração partido por vê-la passando pelos cinco estágios de luto, ou, se fiquei mais desapontada pela falta de um grande drama.
E se o episódio quase que inteiro foi meio tedioso os flashbacks realmente conseguiram prender minha atenção e fizeram a cena final totalmente plausível. Uma das teorias era que Maseo salvaria o Oliver e não deu outra.  A combinação dos flashbacks com a cena do salvamento foi perfeita e quase conseguiu suprir a falta que o Oliver fez no resto do tempo. A única dúvida foi: o que raios a Tatsu fez para conseguir trazer o Oliver de volta? Quero logo saber.

E um dos momentos esperados nesse episódio era a primeira aparição da Canário, na falta do arqueiro naturalmente um caminho a ser seguido era colocar a personagem para preencher um pouco desse vazio, e pela rápida cena parece que ela vai conseguir.

Mas a verdade é que mesmo com a Canário, Ray Palmer ou whatever, só consigo pensar em quando Oliver vai fazer sua volta triunfal.

P.s*: A coreografia da Thea está bem boa.

Assista a promo do próximo episódio:
Comentário(s)
0 Comentário(s)