Cinema Em Foco: Nebraska

Por Beatriz Fabri

27 de novembro de 2014


Woody Grant, interpretado por Bruce Dern acredita que ganhou um prêmio de 1 milhão  de dólares e como ninguém da sua família quer levá-lo até Lincoln (Nebraska)  ele decide ir nem que seja sozinho e a pé. Até o momento que seu filho percebe que ele não vai tirar essa ideia da cabeça e decide fazer essa viagem junto com ele. 

Quando vi o trailer de Nebraska fiquei pensando em como o filme poderia desenrolar, como eles poderiam fazer 2 horas de filme sobre uma história de um senhor que acredita que ganhou um milhão de dólares porque recebeu uma carta de uma revista dizendo para que coletasse o prêmio em Nebraska, enquanto que seu filho e familiares dizem a ele que é besteira querer ir atrás disso porque obviamente é uma fraude.

O filme é muito engraçado, as atuações do Bruce Dern (77 anos) e da June Squibb (84 anos) dão um show. Vocês precisam assistir para entender do que eu estou falando porque não é somente uma interpretação de um casal de velhinhos, eles são um casal muito caricato: ele é o típico senhor de poucas palavras, que não presta atenção quando falam com ele e faz tudo do jeito que quer e ninguém pode com ele, quando ele coloca essa ideia na cabeça não há ninguém que possa fazê-lo desistir de alcançar seu objetivo, bem cabeça-dura, mas olhando por outro lado, determinado. 

Em contrapartida ela é aquela senhora que viveu sua vida em uma cidade pequena, conhece a vida de todo mundo, fala mal de todos e nossa... como fala palavrão e bobagem. Trata o marido como se fosse um imprestável. No trailer mesmo tem uma parte que mostra ela falando algo como: “nunca soube que ele queria ser um milionário. Ele deveria ter pensado nisso anos atrás e trabalhado para isso”, simplesmente fantástico.

A história também mostra os problemas de família relacionados com dinheiro e como aparentemente ele sempre é transformado em energia negativa. Não posso falar muito mais sobre isso senão vou dar Spoiler do filme e não é essa minha intenção. Vale a pena conferir, é muito bom, tem ótimas atuações e lindas fotografias além de ter uma história “gostosa” e bem humorada. Tem ótimas fotografias mesmo, imagens belíssimas, e achei isso muito interessante visto que não é um filme colorido. 

Nebraska foi indicado ao Oscar de: Melhor filme, Melhor diretor (Alexander Payne), Melhor ator (Bruce Dern), Melhor atriz coadjuvante (June Squibb), Melhor roteiro original e Melhor fotografia. Quando eu assisti eu pensei “nossa, deveria ganhar todos esses prêmios”, porque realmente é um filme muito bom, mas a concorrência estava forte esse ano e infelizmente não levou nenhum. 

Espero que gostem. Se você é daqueles que gosta de velhinhos ranzinzas, rabugentos e bocudos, esse é o filme para você.


Comentário(s)
0 Comentário(s)