Arrow - S03E07 - Draw Back Your Bow

Por Lorena Alvarenga

24 de novembro de 2014


SPOILERS ABAIXO:
Essa semana os roteiristas decidiram sair um pouco da história da Sara e colocaram uma louca apaixonada por Oliver pra aprontar em Starling, o resultado foi um episódio bom que acabou abordando alguns pontos interessantes.

Cupid chegou chegando e se mostrou uma ótima personagem, ela escolheu uma forma peculiar de chamar a atenção do Arqueiro, matando criminosos da cidade e dando trabalho ao Oliver. O fato de terem feito ela ter problemas neurológicos foi uma ótima explicação para a súbita “paixão” dela pelo Arqueiro e tornou tudo mais interessante. Gostei da forma como desenvolveram a personagem, achei a dosagem de loucura e inteligência bem feita, fora que todo o sarcasmo nos diálogos dela me conquistou logo de cara. E o melhor de tudo, é que como ela acabou sendo entregue para Amanda, sempre tem a chance de aparecer novamente e darem um maior espaço pra personagem ser mais bem aproveitada.

Outra parte do episódio tratou da relação Oliver/Felicity/Ray e devo dizer de uma forma muito boa. Mais uma vez Diggle foi o representante Olicity na série, tentou dar uma de cupido e fazer o Oliver finalmente parar de mimimi e resolver sua situação com Felicity. Já disse algumas vezes aqui e volto a dizer, eu gosto do Ray, e gosto das cenas dele com a Felicity. Nesse episódio principalmente gostei mais ainda, tudo aquilo do Ray chamando Felicity pra jantar, Felicity falando tão bem dele e até não odiei o beijo. Sem dúvidas sou Olicity shipper, mas a série já deixou claro que isso não vai acontecer agora, então, não tenho problemas em esperar mais um pouco. E sem querer usar aquela ideia adolescente de ciúmes, mas Ray realmente faz o Oliver perceber que a Felicity não vai ficar esperando ele pra sempre e isso é bom.

Mas deixando de lado a parte amorosa da série, Ray apareceu mais nesse episódio não só por causa da Felicity. Finalmente resolveram desenvolver melhor o personagem e apresentaram o traje ATOM, além dele ter mencionado o interesse em uma estrela anã. Os produtores já tinham dado mais ou menos uma ideia de qual ia ser o papel dele na série, mas nada muito importante tinha acontecido até aqui.
Os flashbacks de Hong Kong foram bem interessantes, Oliver e Tatsu achando que Maseo tinha morrido melhorou a relação deles e mostrou o quão boa Tatsu é com uma espada, uma dica: Fiquem de olho nela.

O melhor nesse episódio todo foi terem esquecido um pouco do assassinato da Sara, foi bom ter um pouco de descanso dessa história toda. Fora que a Laurel nem apareceu (todos comemoram) e não fez a mínima falta.

P.s*: Ri horrores com a Felicity dizendo: “Eu tenho um tipo”. A pergunta é: quem não tem esse mesmo tipo?? Rs.

P.s**: Roy foi um porre nesse episódio e deve ficar pior ainda depois que souber do DJ.

P.s***: Não gosto de ver o Oliver mal, mas ele tem que superar aquele discurso de ter que ficar sozinho logo.

P.s****: Arrow volta dia 3  no crossover com The Flash.







Assista a promo do próximo episódio:
Comentário(s)
0 Comentário(s)