Arrow - S03E06 - Guilty

Por Lorena Alvarenga

17 de novembro de 2014


SPOILERS ABAIXO:
Depois do final do episódio passado as expectativas estavam altas e diretamente direcionadas a Roy, e em partes essas expectativas foram atendidas. Guilty desenvolveu melhor alguns personagens importantes para essa temporada e nos entregou um bom episódio.

Tudo bem que a história do Roy matar a Sara parecia um pouco louca demais e até fácil de se descartar, mas confesso que em um momento de loucura cheguei a considerar a possibilidade. Logicamente gostei de riscarmos o Roy da lista, mas precisava daquele drama todo? Toda aquela cena do Roy com a Sara? Sei que serviu para nos dar um bom susto no episódio passado, render uma promo muito boa, criar um draminha e fazer Roy ter destaque nesse episódio, mas poderia muito bem ter sido de um jeito melhor. Fora que no final o problema nem foi resolvido, já que Roy descobriu sobre o policial e logicamente se sentiu culpado. O bom é que no final dessa história toda ele foi finalmente nomeado como Arsenal e isso até valeu tudo que aconteceu.  
E não só o Arsenal teve destaque, Ted Grant também teve uma boa parte do episódio. O fato de Isaac ter voltado para se vingar do antigo mestre, trouxe à tona a história de que Ted já foi um vigilante muito antes de Oliver, o que foi uma maneira muito interessante de fazer o público criar simpatia por um personagem tão importante dos quadrinhos, que também vai ser muito importante para série como mentor da Canário. E por falar nela, Laurel nesse episódio foi melhor que no anterior e voltou para o caminho da evolução. Aliás, se segurem, pois não vai demorar muito pra ela aparecer como Canário, nadinha mesmo, já que as primeiras fotos já até foram divulgadas (me segurando pra não falar quando ela vai aparecer, até porque ainda não tiver coragem de olhar as fotos, quero surpresa).
Além do Arsenal e do Pantera (Ted), durante o episódio vimos uma outra personagem a quem fomos apresentados apropriadamente no fim, a Cupido. A personagem dos quadrinhos promete dar trabalho na série.

P.s*: Depois de toda a análise da Felicity espero que arrumem um assassino bem convincente para Sara, porque deu pra concluir que o assassino tem a força de alguém com Mirakuru.

P.s**: Só eu tenho reparado na beleza do Ted?

P.s***: O flashback só serviu para o médium Oliver ajudar Roy.
Assista a promo do próximo episódio:
Comentário(s)
0 Comentário(s)