Arrow - S03E03/04 - Corto Maltese/ The Magician

Por Lorena Alvarenga

3 de novembro de 2014


SPOILERS ABAIXO:
Arrow até agora teve somente quatro episódios, mas já foi o suficiente para mostrar todo o potencial que essa temporada promete ter. A história que vem sendo desenvolvida a cada episódio tem sido boa e consistente. Temos visto uma boa evolução de alguns personagens importantes, o que até agora só tem melhorado ainda mais a qualidade da série.  Esses dois últimos episódios apresentaram alguns pontos bastante interessantes e alguns deles uma complicação a mais para o Team Arrow.

Corto Maltese foi o melhor episódio da temporada até agora e o motivo é bem simples, foi um episódio focado na Thea. Ela é uma das melhores personagens da série e a que mais evoluiu até agora desde a primeira temporada. Thea passou de uma riquinha problemática (até que com uma justificativa razoável), para uma garota forte, que acabou conseguindo sobreviver aos problemas e a tantas mentiras. Eu estava esperando loucamente até a volta da personagem e estava bem interessada em ver o tempo que a garota passou com Malcolm. E o episódio correspondeu exatamente as minhas altas expectativas.
Malcolm Merlyn não é um modelo de pessoa e vê-lo ensinando Thea como se proteger (do seu próprio jeito, é claro) foi certamente um acerto. Não poderíamos esperar um tratamento vip e nem muitos carinhos, mas a sua própria maneira ele conseguiu passar seus conhecimentos, ajudar Thea nessa transformação e ao mesmo tempo mostrar que se preocupa com a filha. Até agora tenho gostado dessa transformação, depois de tudo que ela passou ficar um pouco mais forte e saber como se defender não é uma ideia ruim, mas quero saber até onde vão levar isso tudo.

Muitas coisas no episódio funcionaram, como por exemplo, o modo como retomaram a cena do carro entre Thea e Malcolm, assim como todo Team Arrow se ajudando pra tentar levar a irmã de Oliver de volta para Starling e ainda tendo um tempinho para outra missão. Aliás, missão essa envolvendo um empregado da Amanda Waller e da ARGUS (só eu não vou com a cara da Amanda?), mas essa ligação da mulher com Oliver tem sido até agora bem explorada nos flashbacks e interessante. Outro ponto muito bom do episódio ficou por conta da Felicity, como sempre. Ela voltando para as Consolidações Queen, um pouco atrapalhada se dividindo entre o trabalho e o team Arrow foi o máximo. Mas não posso deixar de comentar da Laurel, que só depois de tomar aquela surra resolveu procurar ajuda para aprender a lutar. Quero muito ver como vão desenvolver a relação dela com Ted Grant e devo confessar mais uma vez toda minha animação com a personagem. Finalmente estão transformando toda aquela chatice em algo bom de se assistir.
E quanto a The Magician, não achei o episódio grandes coisas, apenas bom. Apesar, de terem acontecido coisas realmente boas. Tudo se tratou muito sobre mais uma vez achar o assassino da Sara, também não poderia ter sido diferente com a chegada de Nyssa. Confesso que boa parte da minha preguiça com o episódio se deu justamente por conta dela, eu entendo toda a importância que ela tem, da liga, toda sua dor pela morte da Sara, mas realmente não me empolguei pela volta dela. E tudo aquilo de acusar Malcolm foi altamente previsível, mas confesso que a ideia de ter sido o Al Ghul me animou bastante.

Aliás, maravilhosa essa aparição do Al Ghul, mesmo que nos minutos finais. Essa guerra entre Malcolm e a Liga vai complicar muito as coisas para Starling e o Team Arrow. No mais, os flashbaks, Laurel e todas as mudanças e segredos da Thea foram coisas muito boas do episódio.

P.s*: A relação entre Malcolm e Thea me surpreendeu, é mais forte que imaginei.

P.s**: Gostei da Laurel e Nyssa se entendendo no final.


O que acharam desses dois episódios?



Assista a promo do próximo episódio:
Comentário(s)
0 Comentário(s)