Gotham - S01E05 - Viper

Por Louren Mayara

23 de outubro de 2014

SPOILERS ABAIXO:
Depois daquele procedural comum de um episódio semanal, "Viper" trouxe de novo um ritmo mais interessante, mesmo eu achando o episódio meio morno, o foco não foi o caso semanal, que foi usada com uma peça para o quebra-cabeça de tramas que aconteceram nesse episódio.

Começando pela droga em questão, Viper, que causa um frenesi de força temporária ao usuário, e logo depois uma dependência com consequência fatal. Depois de uma demostração pública dos efeitos da droga, coube a Harvey e Gordon investigar o acontecido e encontrar a origem/distribuidor antes que se tornasse um problema maior. De novo enfatizando as diferenças de personalidades dos dois detetives, e o faro para grandes problemas que o Gordon tem. Um problema realmente grande já que a responsável por isso era uma multinacional e filial da Wayne Enterprasis, chamada de Wellzyn, que foi representada pela advogada de relações públicas Taylor Reece, interpretada por uma atriz que gosto bastante, Margaret Colin (Que fez minha amada Eleanor Waldorf em Gossip Girl).

A relação entre a Wayne Enterpresis com a corrupção de Gotham, e o fato de que sabia da criação e das consequências da Viper e não tomar nenhuma medida foi o grande ponto do episódio, e o que levou o ex-cientista chefe da empresa a tentar desmascarar algumas relações da empresa para o povo de Gotham, de um forma bastante exagerada não precisava tentar espalhar a droga por toda cidade, mas enfim, é Gotham e vive em constante perigo de ataques ! 
O plot mais interessante desse episódio, pra mim, foi o jeito de como o jovem Bruce lidou com todos os acontecimentos que o cercaram. Desde o episódio passado em que ele começa a investigar arquivos sobre o Arkham, e agora nesse em que ele se compromete a descobrir as relações da Wayne Enterprasis, inclusive até aceita participar em mais uma das tradicionais festas beneficentes, tudo para poder entender o "sistema de Gotham" o que é um dor marcos do Bruce, e mesmo jovem assim é legal mostrar esse dom para a investigação que é tão marcante no Batman.

Mesmo eu não gostando das interpretações do ator que vive o Alfred, nesse episódio também ficou bem claro a relação entre ele e o Bruce, aquele tom sarcástico, mas que sempre se preocupa com o bem estar do "filho" e não mede esforços para ajudá-lo a alcançar os objetivos. 
Não poderia ser diferente, então nesse episódio o Pinguim também teve grande importância na "Guerra dos Mafiosos", ganhou a confiança do Maroni com uma ajuda inusitada do Gordon, e contribuiu com um feito importante contra o Falcone. Toda essa situação é uma característica básica do Pinguim que vai acompanhar ele pela vida inteira na sua escalada para o poder, ele simplesmente não tem limites para conseguir o que quer, vai fazer o necessário seja o que for, ambição é o que move ele.

Eu realmente queria contar bastante coisas sobre o Salvatore Maroni, mais a história dele, provavelmente trará vários spoilers para o futuro da série já que ele tem relação direta com dois vilões que farão partes do histórico do Batman, o Duas-Caras (Harvey Dent) e um serial killer chamado de Feriado, então, basicamente o Maroni é junto com Falcone os nomes de maior poder entre os mafiosos, e ele também dará início a época mais sangrenta e vingativa entre as duas famílias.

Por último, estou curiosa para saber o que realmente a Fish tá planejando para tomar o poder do Falcone, por ela não ser personagem dos quadrinhos é bastante imprevisível para mim, chega a ser frustante, dado a história da série. 


 Assista a promo do próximo episódio: 
Comentário(s)
0 Comentário(s)