THE STRAIN S01E10 - LOVED ONES

Por Louren Mayara

20 de setembro de 2014

SPOILERS ABAIXO
Seguindo a linha de bons episódios "Loved Ones" não perdeu em nada para os anteriores, ainda tô sentindo falta de algumas explicações que ficaram bem esquecidas, ao decorrer da história, mas ainda tem tempo. Se aproximando do fim da season e quero alimentar minha curiosidade sobre os mistérios dos strigois da melhor forma !

O esperançoso Zack colocou toda sua sabedoria tecnológica pra funcionar, e rastreou o celular da mãe dele, e então o Eph saiu em jornada atrás da sua amada e eu já fiquei triste, era óbvio que a Kelly tava na pior, não precisava deixar a criança tão animada em reencontrar a mãe, e o ruim é que a situação deles só vai decair a Kelly vai acabar voltando, não da forma que eles desejavam mas de um jeito que me deixou muito animada pela personagem dela daqui pra frente.

O mundo desabando aos poucos graças à Ducth, e no porão do Abraham a equipe se prepara para revidar, e como o Vasiliy é bom em tudo que se presta a fazer, além de ter um conhecimento que acabou se encaixando perfeitamente com a situação, todos os elogios seriam poucos pra ele se não tivesse aceitado participar do plano mais épico de todas os tempos(risos eternos) invadir a empresa do Eldritch Palmer, aquele velhinho mais morto do que vivo, que armou toda sabotagem na rede e que tem fixão pela imortalidade. Pois é, o Vasiliy junto com a Ducth foram lá na malandragem com a intenção  de desfazer os problemas na comunicação, mas deu tudo errado foram capturados e a Ducth foi humilhada se bem que deu um belo tapa na cara do Palmer, mas enfim, o plano foi um fracasso e eles só não foram mortos porque o bom/mau mordomo deixou eles escaparem, sorte deles. Mesmo sendo um fail total, à uma certa química estranha entre esses dois, o sarcasmo e as ironias sempre presentes quando eles estão juntos deixa a série mais  divertida, e acrescenta uma leveza necessária.
Voltando a jornada do Eph, podemos descobrir em primeira mão o que aconteceu com a Kelly, e nossa que cruzada. Os passos do Eph e os da Kelly(com uma diferença de tempo) foram mostrados de uma forma relacionada e muito bem estruturada, a pobre mãe do Zack foi atacada pelo seu próprio namorado, infectada de um jeito muito nojento (aquele verme entrando no olho me deu aflição) e a parte trágica foi que a Kelly, já transformada em strigoi, foi fazer uma visita a sua melhor amiga e acabou se alimentando dela e do filho, o que foi realmente trágico.

O Eph reconstruiu os passos da Kelly e foi descobrindo o que aconteceu juntando as peças, até encontrar o colar dela junto dos corpos que ela se alimentou e que já estavam na forma de strigois e teve que dar um fim neles, acredito que a partir daí ele já aceitou  a ideia de ter uma ex-mulher strigoi, mas isso foi só o começo, pois o Eph não encontrou a Kelly, alguém mais bonito foi ao encontro dela, com palavras bonitas que não da pra dizer não né "Abrace seu destino glorioso", e agora ela vai se transformar em uma Thomas versão feminina ?

Havia dito que fiquei triste pelo Zack e aquela cena dele olhando fotos e vídeos antigos dele e da mãe foi de partir o coração, ele é um fofo e acho que tudo vai fazer ele perder a inocência, o que de certa forma vai ser melhor. Senti muito pelo Vasiliy não ter dado um soco no Eph na cena que ele praticamente expulsou a Ducth de uma casa que nem é dele, porque o Eph merece um soco as vezes, mas ficarei com esse vazio em mim.
Uma característica bem marcante desse episódio é que a cidade tá desabando e não sabemos bem da proporção, mas a trilha sonora desse episódio deixou bem claro isso, mesmo tendo a maioria das cenas gravadas em lugares fechados os sons que enchiam o lugar era de sirenes, de postes caindo, de carros batendo, de gente desesperada, eu achei uma forma sútil de nos introduzir nesse plot que a série ainda não focou, mas que vai ser mostrado em algum momento.

Isso é tudo pessoal, até a próxima review (:


 Assista a promo do próximo episódio:
Comentário(s)
0 Comentário(s)