TRUE BLOOD - S07E05 - LOST CAUSE

Por Marcus Vinícius

26 de julho de 2014

SPOILERS ABAIXO:
Bem, chegamos à metade da temporada e o que ficou marcado até agora? Esse episódio de True Blood eu achei bem mediano, mas o que estava em foco mesmo eram os relacionamentos de quase todos os personagens. O que virá pela frente? Sookie vai terminar com quem? Arlene terá um novo companheiro? Lafayette realmente encontrou o amor de sua vida? São tantas perguntas para pouco tempo, mas em geral pudemos ver algumas dessas respostas ou o caminhar delas.

Depois de todo o (pequeno) processo de luto, Sookie se viu anfitriã de uma festa em sua própria casa, não é novidade que nessas séries as pessoas acabem comemorando a morte, mas é claro que as coisas não sairiam como combinado. Como toda e boa comemoração em Bon Temps há confusões e essa em especial traições. Não deu nem tempo do Alcide morrer e todos parecem felizes, sem contar o clima que de vez em quando acontecia quando Bill olhava para a Sookie (quero muito os dois juntos, pro favor!).

Começando com a primeira traição já era de se esperar que James e Lafayette teriam algum lance, principalmente pelo Lafa perceber que o garoto gostava da mesma fruta que ele e que estava apenas esperando uma oportunidade para atacar. Fiquei chateado demais pelo acontecimento, principalmente pelo fato de que o Lafa estava se mostrando ser amigo da Jessica e com isso tudo foi por água abaixo.
Depois de descobrir a traição do seu namorado, já estava quase implícito que Jessica iria atrás de Jason (dito e feito!), partimos para a segunda traição. Quem poderia deixar de ceder aos encantos de Jessica? Acredito que ninguém, afinal a vampira mais linda da série é arrasadora de corações é sem dúvidas o amor da vida de Jason. Fiquei com dó da Violet, mas a sua frieza em não pegar os dois no flagra acaba me preocupando, sem dúvidas algo muito ruim virá para a Jessica.

Ah, não poderia deixar de comentar sobre a tão famosa e ordinária Sarah, é incrível como ela consegue sempre fugir de algum perigo e nesse episódio isso não foi diferente. Ver ela pedindo ajuda à sua mãe foi até mesmo engraçado, mas o que eu queria mesmo era ver ela morta, morrem todos na festa menos ela. O momento em que todos nós esperávamos que era o encontro dela com o Eric acabou me deixando super aflito, mas no final me deu foi raiva, principalmente pelo Eric ter deixado ela escapar de suas mãos novamente (claro que não porque ele quis, mas sim pela sequência dos acontecimentos),
Dentre tantas coisas acontecendo no episódio, não dei a mínima importância para os flashback's do Bill pareciam até que não estavam se encaixando no contexto do episódio. Por outro lado descobrir que ele também contraiu o vírus me deixou super chateado, principalmente por querer ver ele junto com a Sookie e também por ser um dos meus personagens favoritos. Olha, eu acho que tem de haver uma cura pois se não houver eles vão começar a matar mais pessoas? Sem contar que dessa vez são os dois principais da série, e isso não pode acontecer. Imagine só a Sookie terminar sozinha? Coitada.

Observações:
1- Quem diria que a Sarah teria uma irmã vampira não é?
2- O Bill era pra ter sido o destaque no episódio, mas quem roubou a cena foi o Lafa e sua "função sexual" que acabou chocando à todos (rs).
3- Foi um tanto triste ver Willa pedindo para o Eric liberta-lá.
4- Ginger é só amor não é gente? Adorei quando ela disse que era uma escrava sexual não sexual.
5- Gente porque estão deixando a Sarah viva por tanto tempo? Será que ela é cura? Ou ela encontrará a cura? Não sei, mas tem algo estranho em relação à ela.
6- Quero ver a Arlene com o vampiro que salvou a vida dela.
7- Adoro as loucuras da mãe da Tara, e achei válido todos terem brindado à falecida.
8- Pelo menos algo de bom aconteceu na festa, achei ótimo o Andy pedindo a Holly em casamento.
9- Nicole já pode morrer há muito tempo! Produtores me ouviram?

Até a próxima review! ;)
                                          Por: Marcus Vinícius

Assista a promo do próximo episódio:
Comentário(s)
0 Comentário(s)