(REMEMBER) CHUCK - S05E12/13 - CHUCK VS SARAH / CHUCK VS THE GOODBYE (SERIES FINALE)

Por Alvaro Luiz Matos

28 de julho de 2014

SPOILERS ABAIXO:
Alguns episódios ficam em nossa cabeça, marcam e deixam aquele gostinho de quero mais. Essa sensação é tão boa que convidamos vocês a relembrar com a gente.

A sensação ao assistir estes episódios chegou a ser desesperadora, se acompanhamos anos e anos com ansiedade e angustia para vermos Chuck e Sarah juntos, os autores nos tiraram tais conquistas ao arrancá-las de nossa mente assim como da mente de Sarah Walker.

O episódio começa com Sarah enganada por Quinn e focada na missão de matar Chuck, ela então segue até a casa onde moram e inventa uma história quase heroica dando ao entender que fugiu, conseguindo enganar a todos. Durante a missão de destruir o Intersect, ao invés de implantar o vírus, Sarah baixa o Intersect, faz Morgan de refém e foge sem perceber que Chuck havia trocado os óculos.

Resumindo bastante, no final com o vilão morto, Sarah com a perda de memória e o intersect recuperado era a hora de cada um seguir sua vida:
Devon e Ellie vão para Chicago por causa de um convite de promoção na vida profissional, Morgam e Alex resolvem morar juntos, Casey vai atrás de Gertrude, a dupla Jesffester vai para Alemanha com um novo produtor e o mais importante Sarah e Chuck...

Chuck então procura Sarah em uma praia em que passaram momentos importantes no qual ela prometeu que tudo daria certo no final e então começou a conta-lá suas histórias juntos, abusando novamente das memórias dos espectadores, memórias estas que podem emocionar o mais graduado fã em despedida. Nesse momento Chuck conta a louca ideia de Morgan, que com um beijo ela poderia se lembrar de tudo, e ela o surpreende ao dizer, “Chuck, me beije”, um beijo que poderia reacender as memórias, um beijo, uma ultima chance. E foi assim, com um beijo que a série CHUCK se despede da televisão.
O final foi como um murro na boca do estomago, nos deixado sem ar, sem consegui falar, respirar ou nem mesmo gemer. Doeu ver que tudo aquilo que foi construído se perdeu, que um amor ficou pra traz, que as lembranças se apagaram, que os sorrisos se transformaram em lagrimas.

A ultima temporada não foi de longe o que a série já havia sido, o vilão não foi convincente, a história foi esbarrando em si mesma, pisando em seu próprio cadarço e dando cambalhotas pra sobreviver, e talvez esse seja o motivo para o final escolhido, talvez sem esse final a série teria passado em vão, os sorrisos não tinham sido tão valorizados.

Mas foi um muro que valeu apena tomar, a jornada foi gostosa, foi alegre cheia de risadas, foi leve, tensa, dinâmica e animada. Chuck está guardada no meu coração.

Comentário(s)
2 Comentário(s)