GRACELAND - S02E02 - CONNECTS

Por Lorena Alvarenga

27 de junho de 2014

SPOILERS ABAIXO:
Segredos, culpa, ação, aventuras e dramas pessoais, mais uma vez tudo misturado em um episódio. Tivemos mais um passo na caçada dos moradores de Graceland em busca das pessoas que sequestraram Mike.

Esse segundo episódio foi melhor que o dá semana passada, teve ação e uma carga emocional maior. Se semana passada os agentes pareciam em alguns momentos desconhecidos (principalmente nas partes com o Mike), essa semana tivemos um pouco de evolução.  Como eu comentei na review passada essa retomada de intimidade entre os agentes deve ir acontecendo aos poucos e vai demorar ainda para voltar ao nível que era, mas sem dúvidas melhorou.
Briggs usou seus contatos, cruzou a fronteira com o México e conheceu o líder do cartel Caza e a investigação andou um pouco, mas ainda não o suficiente. A temporada só está no início e apesar de ter elogiado a história que os produtores criaram, acho que nesse episódio não foi tão bem abordada. Graceland sempre utilizou um pouco de drama e histórias pessoais como diferencial e apesar de amar um drama, acho que o caso do cartel não teve atenção necessária, mesmo tendo uma temporada inteira para esse assunto ser explorado eu esperava um pouco mais de evolução.

Mas voltando aos dramas pessoais, Jake ganhou mais espaço nesse episódio, acompanhamos toda sua tentativa fracassada de ter uma relação com o filho. Gostei de ver um pouco mais dele no episódio porque de todos os personagens da série (tirando o novato), ele era o mais apagado. Mas coitado, mal ganhou um pouco mais de espaço e já começou a sofrer, foi um pouco de maldade a ex ter cortado uma aproximação dele com o filho.
E Charlie também não ficou atrás no quesito drama, ela se culpa por tudo que aconteceu com Juan e por tudo que a família dele vem passando e levou Briggs de volta para o meio dessa história. Paul é o personagem mais complexo da trama toda, nunca dá pra saber qual é realmente o seu caráter, o que é maravilhoso, já que tudo o que ele faz sempre me deixa com o pé atrás.

E Mike nessa história toda? Ele continua sendo inteligente, um bom agente, é prestativo, mas a sua promoção a chefe da nova operação rendeu uma pequena implicância com o personagem. Implicância essa que não deve durar muito já que ele é um dos meus personagens preferidos. 

Nova temporada, novas histórias e novos rumos. Graceland continua com a mesma fórmula da primeira temporada, mas ainda não esquentou completamente.

 P.s*: Paige e Mike juntos? Amei!



Assista a promo do próximo episódio:
Comentário(s)
0 Comentário(s)