VIKINGS - S02E10 - THE LORD'S PRAYER (SEASON FINALE)

Por Helena Souza

6 de maio de 2014

 SPOILERS ABAIXO:

Já começo reclamando porque a season finale teve mais pontos positivos do que negativos. Então, é melhor primeiro falar do que não gostei. Vikings tem essa particularidade de me prender a temporada inteira e de uma certa forma, me decepcionar em sua season finale. Primeiro, na primeira temporada, Ragnar, um personagem que amei, me desapontou ao ficar com Aslaug, agora nesta senti que os primeiros 30 minutos eram eternos, somente valeu os últimos 15.

Floki foi o grande destaque da season finale e subsequentemente da temporada, porém, algumas atitudes não teve explicações aparente. Foi para criar mistério sobre qual lado ele estaria? Talvez, mas poderiam ter pensado em maneiras melhores de executar, um exemplo disso é quando ele empunhou a espada ao observar Bjorn com Porunn e o motivo de ele dar cogumelo a Rollo. E algo que me incomoda é que Aslaug somente libertou a menina e isso já amoleceu o coração de vários fãs da série, fiquei meio "really? she just needed to do this to earn forgiveness?".

Fora os fãs que não entendem que uma série consiste em temporadas anuais, elas levam tempo e dinheiro para serem feitas, ainda mais uma com a qualidade que esta tem, e ainda há o fato de os atores terem que tirar férias para descanso e participarem de outros projetos. Já cansei de tentar explicar para quem está chorando que isso é absolutamente normal no mundo das séries.


Esta season finale até o ultimo segundo quis dar a entender que Ragnar estava perdido. Toda a temporada foi contada não de maneira em que o espectador é um ser onipresente e onisciente, como geralmente as séries são. Quando é dado a entender o que realmente estava acontecendo em Kattegat, nós percebemos que inúmeros momentos foram deixados de ser contados. Não estou reclamando, ao contrário, estou elogiando. Acho uma maravilha quando os produtores decidem nos fazer de bobos, nos obrigar a dilacerar todos os mínimos detalhes das cenas, todas as frases ditas, olhares feitos e começar a pensar como o personagem reagiria/acharia em determinada situação, essa é a melhor interação entre série e público que pode ocorrer.

Todos sabemos que Floki sempre foi o braço direito para Ragnar, quem acompanhou as minhas reviews da série aqui no Séries em Foco sabe o quanto eu bati cabeça para tentar entender os motivos para Floki estar aparentemente traindo Ragnar. Apesar de listar os motivos, eu nunca consegui aceitar que ele realmente estaria no caminho "do mau", me senti como se estivesse voltando para o começo da terceira temporada de Revenge, em que todas as cenas apontavam para a suposta traição de Aiden para com a confiança de Emily. Não acreditei em Revenge e não consegui acreditar em Vikings (apesar de quase). Floki nunca teve o perfil de traídor, mas, após os motivos que listei anteriormente, creio que ele possa a vir pensar numa traição verdadeira (rá).

Outra surpresa de uma traidora não-traidora foi Siggy. Esta eu realmente achei que estava traindo. Eu nunca consegui enxergar a personagem dela como alguém "do bem", eu sempre achei (e provavelmente sempre acharei) que ela a qualquer momento vai tentar passar a rasteira no cunhado Lothbrok. Uma teoria muito interessante que li na internet - que junta o fato de Siggy não ter traido e ainda querer seu posto de mulher de Earl - é a que Ragnar, virando rei, deixa seu cargo anterior livre, fazendo de seu irmão Rollo o próximo Earl de Kattegat. Então, Siggy faria de tudo para derrubar o king Horik. Amei a expressão dele ao descobrir que na verdade, ele é que estava sendo traído.

Faz sentido e, por mais que Siggy boazinha não me desça, espero que seja isso.


Não vou comentar nada sobre o romance de Bjorn porque acho isso uma pura perda de tempo, Porunn é sem sal e romance em Vikings não queria ver a essa altura. A não ser que fosse Lagertha com Rollo ou Ragnar - sim, shippo ela com os irmãos, não os dois ao mesmo tempo, claro. Sou mais Rollo.

Lagertha quase não apareceu, mas a cena que teve o foco nela, mostrou a verdadeira shieldmaiden que ela é. Morri de amores, óbvio. Impressão minha ou as águas entre ela e Aslaug estão se acalmando? Uma hora isso tinha que acontecer, mas sei lá...

E por fim:
All Hail King Ragnar!
E até 2015!

Comentário(s)
0 Comentário(s)