ORPHAN BLACK – S02E02 - GOVERNED BY SOUND REASON AND TRUE RELIGION

Por Alvaro Luiz Matos

30 de abril de 2014

SPOILERS ABAIXO:
Um policial dentro do “Clone Club” seria ótimo, mas parece que acabou rápido. Art tem meu carisma por ter se mostrado uma pessoa leal, além é claro de representar muito mais pra série junto com Sarah do que sozinho investigando-a (sozinho não porque ele tinha aquela mala ao lado).

É visível que ele se torna muito mais interessante dentro da trama do que avulso perdido sem saber de nada (Por muito tempo ele ficou sobrando). Mas a sua presença representa muito mais do que apenas estar, ele traz consigo todo aquele clima de investigação e da um tom de seriedade ao assunto (já que não se trata mais de amadores).

E se na review passada eu critiquei a correria desenfreada e sem rumo, essa semana tivemos algumas respostas que, embora vagas, começam a nos mostrar quais serão os contornos que o roteiro escolheu pra temporada. Claro que algumas coisas pareceram esquisitas como, por exemplo, a Senhora S. com uma arma nas costas (Juro por tudo, mas me pareceu uma cena da série “revolution”).
Vou falar um pouco de cada arco que se abriu pra termos uma visão geral do que está acontecendo.

Os “cuidadores de pássaros” são os responsáveis pelo sumiço de Kira e de certa maneira era obvio que a Senhora S. tinha sido a autora do sequestro. A única duvida era pautada apenas no qual seria o motivo.

Claro que ainda teremos que esperar muito pra saber toda essa verdade que envolve praticamente todos os lados da história, mas já vou precavendo a galera: Pés nos chão, não vamos esperando algo tão genial.

Por outro lado vimos o vilarejo mais religioso da face da terra, e foi pra lá que levaram a diva Helena que não morreu por ter seus órgãos do lado inverso. Sim essa anomalia existe mesmo e foi uma sacada genial pra explicar a sobrevida dada a personagem, mas o que ficou marcado foi a diferença em que aquele pessoal deseja tratar o caso Helena e Sarah para o antigo carrasco Tomas.

Isso sem duvida deixa o lado deles muito mais carismático pra nós espectadores que, no meio de tudo, ficamos sem saber pra quem torcer e pra onde a Sarah deveria correr. Ninguém parece ser o mocinho da história. 
Já do lado “criacionista”, se podemos assim chamar, nossa clone está brincando de bióloga à beira do abismo. Sinceramente isso me incomoda muito, mesmo que ela ache legal se estudar.

A única coisa que me incomodou muito foi a equipe se dissipando, Cosima de um lado, Alison abandonada, Felix e Sarah fugindo com Kira. Acredito que isso vai causar óbvios transtornos e todos terão que se unir novamente, resta saber se esse passo pra traz será apenas enrolação ou será significativo para o roteiro da série.

Outra analise bem batida que preciso fazer é o como essa garota trabalha hein? Ela recebe quantos salários? Nossa linda Tatiana não merece um Emmy de protagonista apenas, ela merece o premio de melhor Emmy em comédia, de drama e de mais o que ela achar que merece.

Comentário(s)
0 Comentário(s)