VIKINGS - S02E04: EYE FOR AN EYE

Por Helena Souza

26 de março de 2014

SPOILERS ABAIXO:

Sabe aquelas episódios em que você fica com os olhos colados na tela?
Bom, posso enquadrar este de Vikings como um do tipo, os últimos vinte minutos e as cenas do Rollo fizeram o episódio. No anterior vimos Lagertha, mas definitivamente foi neste 2x04 que realmente a vimos.

Mas antes de falar sobre ela, quero comentar sobre o ex-ovelha negra, Rollo. Primeiro era parceiro de Ragnar, depois o traiu, se arrependeu e admitiu que percebeu que sempre amou o irmão. Se o objetivo dele é se tornar sábio, ele está no caminho. Guerreiro praticamente indestrutível e sua vontade de se tornar uma pessoa melhor está fazendo dele o melhor personagem da série (sem destronar a queen Lagertha, claro). Para conseguir salvar a família de Ragnar da invasão de Jarl Borg em Kattegat, Rollo, como um líder, os levou para uma fazenda no meio do nada, mas Aslaug a “linda” princesa apenas reclama do local. Me pergunto novamente como Ragnar consegue gostar dessa mulher.


Em Wessex, Ragnar fez um acordo com o rei, acordo este que não é cumprido porque informaram o viking sobre o acontecimento em suas terras. Enquanto Ragnar está voltando para casa para procurar por sua família, Lagertha descobre a mesma coisa. Se antes nós fomos surpreendidos pela tamanha submissão dela quando seu novo marido deu-lhe um tapa, com certeza vibramos quando ela retomou sua consciência e o colocou no lugar com o “Don't ever treat me like your whore. I'm your wife. I am not your whore! Do you understand?”, aplaudi em pé. Essa ação dela fez com que seu marido liberasse guerreiros para ela ajudar Ragnar a retomar suas terras. E o grande encontro aconteceu! O que eu esperava desde o primeiro episódio desta temporada: a reunião de Bjorn, Lagertha e Ragnar. Ragnar todo bobo por ver seu filho tão crescido, já como um homem. Amei o “And you are?” dele, Bjorn mal disse “I'm your son” e ele já o foi abraçando. Tinha como terminar de melhor maneira? Acho que não.


Mas o melhor plot do episódio, em minha opinião, foi o de Athelstan. Apesar de ele aparentemente querer assumir esse lado viking, foi bem óbvio que ele sentiu certa nostalgia e muita pena, ele não é sanguinário como os vikings “de nascença”. Bom, ele decidiu ficar quando Ragnar voltou para Kattegat para ajudar na comunicação, mas foi pego e foi vítima da cena mais forte do episódio e digo até da temporada (até agora), uma cena que lembrou muitos de A Paixão de Cristo, com direito a coroa de espinhos e acusações de apostasia, Athelstan foi crucificado a mando Bispo. Achando que estes eram seus últimos momentos, ele começou a orar, como um cristão. Cena que me deixou ainda mais convicta de que ele não abandonou totalmente o que acreditava antes de ser levado cativo, ainda com a pulseira no braço, Athelstan dizia palavras de quando era um religioso. Antes de conseguirem matar, o rei ordenou que ele fosse retirado daquele lugar, o que me deixou ainda mais curiosa para saber o que vai acontecer, esse rei não é nada parecido com o da temporada passada. Athelstan vai ser usado pelo rei para se aproximar dos vikings? Ele vai se arrepender e voltar a ser como era antes? Ou vai fingir que está tudo bem para derrubar o rei sem que ele perceba?

Muitas portas foram abertas neste episódio, ainda há as perguntas sobre a relação Aslaug x Ragnar x Lagertha, sobre Ragnar e Rollo. E claro, a promessa de Jarl Borg de que iria ele mesmo matar o Lothbrok.

Assista a promo do próximo episódio:

Comentário(s)
0 Comentário(s)