GLEE - S05E13 - NEW DIRECTIONS

Por Giulliana Moreira

29 de março de 2014


SPOILERS ABAIXO:
Os últimos episódios de Glee estão sendo bem emocionantes, e esse não foi diferente. Já começou com a admissão do Blaine na NYADA (como iríamos imaginar?), já introduzindo o contexto de Lima em NY.

O “desmaio” da Tina simplesmente se transformou em uma das coisas mais sensacionais que já vi em Glee. A referência a F.r.i.e.n.d.s foi simplesmente demais. Não podemos esquecer que o Ryan é super fã da série e inclusive, o nome da Rachel é Rachel Berry por causa da série.  

E a briga entre Santana e Rachel continua... foi fofinho o Kurt e a Mercedes tentarem apaziguar isso. O que me chocou, foi a recusa à tentativa da Rachel de trégua. Santana realmente sempre terá essa essência venenosa. Não havia motivo nenhum para a Santana querer o papel na Broadway... Até que finalmente ela percebeu isso e as duas amigas de novo.

Os Brittana shippers podem comemorar, porque está de volta com tudo. Santana e Brittany são almas gêmeas assim como Rachel e Finn eram. E todas aquelas flores e a viagem (claro, não muito bem planejada) comprovou mais ainda esse amor. Agora nos perguntamos como fica a Dani...

Quinn e Puck! Não tenho como ficar mais feliz. E que apresentação fantástica.  “Just Give Me A Reason” encaixou perfeitamente na situação. E essa foi a última apresentação do Glee Club oficialmente. Uma observação: só eu que percebi um olhar da Rachel de “acho que estou preparada para amar de novo?”...

E agora, a cena mais bonita do episódio. Também uma das cenas mais bonitas de todas as temporadas. Foi simplesmente muito lindo o vídeo que o Glee Club fez pro filho do Will. Que emocionante e gratificante para o professor, que no caso também somos nós porque nós de certa forma “vivemos” com eles. E o que foi “Don’t Stop Believin?” Foi a melhor coisa do episódio, foi tão bom que não consigo nem expressar. A primeira formação do coral, e aí foram entrando todo mundo. Aquilo quebra qualquer estrutura, há limites Ryan Murphy.

Só teve um pequeno destaque para os que entraram recentemente. Agora fico na dúvida se vão focar tanto em Lima (Kitty, Marley, Jake etc) quanto em Nova York.
E finalmente a graduação. Confesso que esperava algo mais comovente nessa cena. Geralmente cenas assim remetem ao que aconteceu durante o High School, mas como Glee já está com uma grande carga emotiva, essa deu pra passar...

E quem diria, Sue admitindo que o Will realmente foi um adversário a altura. Apesar da Sue ter essas crueldades características, eu gosto bastante dela. Acho que no fundo ela na verdade não é tão ruim assim. Não sei se o Will vai aceitar ir à entrevista pro Vocal Adrenaline. Afinal, ele tanto tem um passado de rivalidade com o V.A. quanto precisa de dinheiro e trabalhar em si.


E não teve jeito mesmo. Passamos por tanto naquela sala que ir embora assim de repente é muito estranho. E os quotes que se passaram por lá provou isso muito bem. O Glee Club pode ter acabado, mas o que ele transmitiu nunca vai acabar. 


Assista a promo do próximo episódio
Comentário(s)
0 Comentário(s)