HOW I MET YOUR MOTHER - S09E18 - RALLY

Por Alvaro Luiz Matos

28 de fevereiro de 2014

SPOILERS ABAIXO:
Eu nem sei se vou gostar de Bacon? Ah, vá! Não existem possibilidades terrenas de não se gostar de Bacon, muito menos lá nos EUA.

A poucas horas do casamento (e poucos episódios do fim) HIMYM começa uma corrida para fazer dos seus últimos episódios algo inesquecível, e Barney não podia deixar de ser importante nessa história. A corrida aqui é para acordar a pessoa que nunca saiu mal em uma foto, que sempre teve um elixir milagroso para ressacas (eu indicaria um Epocler, um Eno, um Engov, um Dorflex e muito Gatorade), mas cada um tem o seu segredinho (olha que parei de beber fazem mais de cinco anos).

O episódio fez questão de lembrar que todo mundo já ficou bêbado o suficiente um dia e chegou a mostrar coisas realmente malucas, mas o pior foi Robin e o Barney cuidando de um filho, pois desde o início pareceu-me estranho já que ela não pode engravidar.
Voltando para o Bacon, minha namorada não me deixaria mentir, mas sou louco por isso. Vamos ao uma pizzaria e o primeiro ingrediente que procuro na descrição? Vamos comer um pastel tem que ser do que? E um X-Tudo só é X-Tudo se eu disser para o cara “capricha no Bacon”. Alguem mais é apaixonado por essa bomba calórica “entupidora” de artérias?

Outro tópico surreal do episódio foram as formas que o pai de Robin usava para acorda-la, e ainda mais a forma usada para acordar o Barney, eu ri litros e litros sem piscar o olho para não perder a cena (pois é).

Deixando minhas piadinhas cretinas de lado (o que está virando um habito em minhas famigeradas reviews), vamos falar do amor incondicional de Barney para com seus amigos?
Um episódio de HIMYM nunca estaria completo se não tivesse um “drama” no final com cenas fofas, desconcertantes e envolventes. São essas cenas que justificam os anos afins grudados a telinha para acompanhar a série, que justificam a paixão que temos para com os personagens e principalmente pela série.

Mas pra terminar um momento LEGENDARIO é o Barney “muito Louco”. Essas fotos e a cena posterior vão de encontro com tudo (Eu digo TUDO) o que o personagem é e ao que ele representa a série, principalmente no momento que aquilo tudo foi apresentado como uma mentira para fazê-lo feliz. Barney sempre viveu de “ilusão” e de gargalhadas, as missões impossíveis, suas histórias e seus livros sempre existiram para criar a impressão de que sua vida fosse completa, mas quando ele descobriu o sentimento que tinha por Robin tudo começou a cair por terra e o sentimento de que aquele amor fosse realmente seu “Book of Happiness” a sua vida mudou. Aquela pequena mentira mostra que pra todos não importa o entorno, mas sim a felicidade real.


Comentário(s)
0 Comentário(s)