PRIMEIRAS IMPRESSÕES: CHICAGO PD

Por Eliane Silva

12 de janeiro de 2014


SPOILERS ABAIXO:
A série é um procedural que segue o mesmo estilo de Chicago Fire e o  produtor  da franquia Law & Order Dick Wolf pretende ter o mesmo sucesso com  Chicago PD. O caminho para isso foi lançado a audiência atingiu uma média de 8,56 milhões de telespectadores e 2.0 nos hatings.


Chicago PD está repleta de personagens que conhecemos durante a primeira e segunda temporada de Chicago Fire. O protagonista da série Voigth (Jason Beghe) havia sido introduzido em Chicago Fire como um policial corrupto em um dos casos do grupamento 51, ele apareceu como um personagem odiado e amado pelo público, após ter sido preso retorna para mais uma participação e para nos preparar para PD.  Agora ele é o chefe da Unidade de Inteligência e é o típico policial que não se limita às regras propostas pelo distintivo. Ele não teme nada e abusa fisicamente e psicologicamente dos criminosos para obter o sucesso em seus casos. 

Em STEPPING STONE percebemos que os métodos usados não mudaram em nada e que ele continua usando subterfúgios para conseguir o que deseja, por outro lado os roteiristas não hesitaram em nos apresentar um pouco do bom caráter do personagem que luta para ajudar um jovem a desistir da vida de gangster. Voight pode ter a voz de vilão e o jeito de vilão, mas ele possui também um histórico de atividades heroicas, prova disso é o que acontece com Lindsay (Sophia Bush) que aparentemente foi resgatada por Voight quando tinha treze anos.
Ainda falando em Lindsay, o flerte e a paquera que percebemos entre ela e Jay (Jesse Lee), a torcida para que os parceiros se tornem um casal já começam a crescer, os dois mostraram ter uma química muito boa. Foi muito bem rever Sophia Bush novamente em uma série e muitas pessoas estão assistindo PD justamente pela participação dela.

A trama também nos apresenta a família de Antônio (John Seda) , coisa que nunca vimos em Chicago Fire. Dessa vez conhecemos sua esposa e seu filho Diego, além de ouvirmos falar em Eva sua filha adolescente.  Nesse episódio Diego é sequestrado pelos traficantes de Pulpo e acredito que assim como acontece em Chicago Fire, PD também deve iniciar e terminar plots rapidamente. Não acredito que eles irão estendê-los por uma temporada inteira.

É inevitável compararmos a dinâmica da PD com CF, onde a principal qualidade é a agilidade nas tramas. Um plano interessante e bem inteligente dos roteiristas colocarem personagens de CF na série em diversas situações. Nesse episódio tivemos a participação de Herman e Otis no Molli’s Bar, assim como tivemos Shay e Gabi no resgate de Jules.
Com diálogos interessantes e cenas bem esclarecidas, Chicago PD mostrou sua qualidade e com certeza deve se firmar ao longo dos episódios.  A premissa e a ideia são fortes e levando em conta o time de atores e o nome de Dick Wolf a série já tem 90% de chances de ser mais um grande sucesso.

Muito ainda vai acontecer à medida que vamos sendo apresentada aos personagens, quem já não está imaginando e tentando descobrir quais os planos de Voight tem pra Lindsay? Ou quem já não pensa a começar shipar “Linsay”?

Qual o limite entre ser o policial bom e  o policial mal? Assista a promo do próximo episódio e conte os dias para Chicago PD segundo episódio. 

Siga Nosso TWITTER - Curta nossa FANPAGE - Conheça nosso GRUPO no Facebook

Veja promo do próximo episódio:
Comentário(s)
2 Comentário(s)