THE ORIGINALS - S01E09: REIGNING PAIN IN NEW ORLEANS

Por Poliana Mendes

7 de dezembro de 2013

SPOILERS ABAIXO:
Reinando em Nova Orleans

Passaram-se apenas 9 episódios para Klaus conseguir o que queria. Não exatamente o motivo que o levou para New Orleans, já que as bruxas praticamente desapareceram e o foco mudou em saber qual era a conspiração das irmãs Devaroux para tomar o poder de Marcel e voltar a reinar na cidade que Klaus construiu.

Vou falar que estou gostando muito do ritmo que a série está tendo, não apostaria que logo no começo ele já conseguisse conquistar o que ele tanto queria, ainda mais se tratando de Plec, que conseguiu fazer uma péssima 4ª temporada de TVD. Mas ainda bem que em The Originals as coisas são diferentes e ela consegue fazer com que as tramas andem.

Com o plano de Marcel e Rebekah flopando, Klaus aproveitou a oportunidade para pegar o seu lugar que é de direito e agora ele manda e desmanda na cidade que o próprio criou. E tudo isso ainda veio com um bônus, Marcel agora é leal à Klaus, já que arregou e preferiu isso do que a sua morte.
E é justamente aí que os conflitos do episódio começam, Marcel reinava na cidade por ser extremamente político, tinha acordo com os humanos e amedrontava as bruxas. Só que quando se trata de Klaus, a gente sabe que ele pode ser tudo, menos político, ele resolve as coisas de um jeito mais simples: mata quem estiver empatando algo que ele queira.

Acho interessante reafirmarem essa característica de Klaus, ele é uma pessoa muito difícil de lidar, mimado e quer tudo do jeito dele na hora dele, por ser imortal não se importa com as consequências pois ninguém pode matá-lo de fato. E Marcel serve como um contrapeso nisso tudo, pois ele conseguiu por muito tempo fazer com que Nova Orleans vivesse em paz com todas as criaturas vivendo nela.

Vendo tudo isso que o Klaus faz, Marcel se vê seduzido para relembrar os velhos tempos, no qual eles eram parceiros de fé, irmãos camaradas. O grande problema é que isso acaba voltando contra Rebekah e ele prefere o seu criador à sua amada. A sina de Rebekah continua a mesma: nunca consegue ter uma relação saudável por causa do seu irmão, acho que já está na hora de dar uma função realmente para a Original, porque a história dela se recicla desde a sua entrada em TVD.

Enquanto isso, Hayley briga com as armas que tem, pois ela sabe que quando seu filho nascer, ela não terá serventia nenhuma. Essa parceria com Davina e o vampiro que eu esqueci o nome pode render bons frutos futuros, já que Davina está acordando pra vida e viu que Marcel todo esse tempo a usou.
O que eu não aguento mais é o mimimi de Camille, não seria mais fácil ela tomar verbana e pronto? Não seria mais hipnotizada por Klaus, já que Marcel quer isso e a alertou, ele podia muito bem dar a erva para ela e pedir para ela fingir as hipnoses. E quando a gente pensa que ela vai embora para nunca mais voltar, os roteiristas ainda acham que ela tem algo de bom na trama.

Uma dinâmica que podia melhorar na série era: ou eles deixam os irmãos Originais em paz sem brigas, ou sem se falar. Agora esse lance de um episódio quer matar, o outro Klaus perdoa, isso acontece desde o início da temporada e já está previsível. Quando acontece uma briga nós já sabemos que eles não ficarão mais que um episódio brigados e foi exatamente isso que aconteceu nesse último.

P.s.*:The Originals entra em hiatus e volta só 14 de janeiro.

P.s.**: Dizem que Matt vai dar as caras em Nova Orleans, por mim ele vinha pra The Originals, fazia Rebekah feliz, só assim para ele ter alguma utilidade na trama, já que em TVD ele é o avulso que nunca morre.
Assista a promo do próximo episódio:
Comentário(s)
0 Comentário(s)