REIGN - S01E07: LEFT BEHIND

Por Nicole Chaves

12 de dezembro de 2013



SPOILERS ABAIXO:

A união de inimigas na luta contra os aliados.


Com esse episódio, voltamos a programação normal da série. Temática boa, acontecimentos interessantes, intrigas, planos e um pouco de ação. Nem dá para reclamar, né? Sim, dá sim, mas vamos primeiro as partes interessantes do episódio.


Minha teoria sobre Diane estava certa. Foi só a amante oficial do rei chegar e o castelo ficou de cabeça para baixo. Claro que ela não fez tudo sozinha, mas foi de grande auxílio para que Catherine e Francis tivessem sua sentença de morte.


É claro que para se manter amante por tanto tempo e ainda conseguir driblar uma cobra como Catherine, Diane teria ser que alguém a altura da rainha ou pior. Nesse episódio, descobrimos que ela é pior e até mais inteligente, se formos comparar as mulheres do rei.


Quando Henry sai com os guardas para controlar uma rebelião na aldeia, o Conde Vincent faz uma visita para a corte francesa e rapidamente toma o castelo para si. Com isso, Catherine precisa se unir a Mary para salvar Francis, que se tornou o alvo da vingança pela morte do filho do conde italiano.




O roteiro aproveita da situação e nos mostra um lado da rainha, que nem sempre teve a boa vida que leva na corte francesa. Catherine é uma mulher política e determinada, sua única fraqueza é o amor pelo filho, mas também acaba sendo sua fortaleza.


Então, a rainha coloca em pausa seu plano de acabar com o noivado de Francis e Mary para que consiga salvar a vida do filho. Mary recorre a Clarissa, que mostra o caminho para sair do castelo em segurança. O problema é tirar todo mundo do castelo sem que o Conde perceba.


Logo, Mary, suas damas e Catherine tornam-se as iscas, enquanto Francis e a população do castelo fogem. O plano quase perfeito, com a rainha decidida a ser o mártir e morrer por todos, mas que nunca daria certo por contar com a lealdade de alguém como Olivia.


A amante de Francis está decepcionada por não reconquistar o príncipe, visto que na cama ele chamava por Mary. Francis deveria ter sido mais perspicaz e entender que Olivia não ficaria para auxiliar Mary e ter colocado outra pessoa para cuidar da passagem secreta.


Esse contratempo da passagem só resultou em mais dramaticidade no jantar do Conde, com direito a luta na cozinha e na sala de jantar. Catherine prova que nunca foi do tipo de ser mártir por ninguém e envenena o dinheiro que ofereceu para o Condes e seus homens, salvando a si e Mary.


O melhor foi ver as mulheres lutando e se protegendo, com Greer defendendo o namorado e Mary matando o Conde. Em uma época histórica tão machista, a série prova as dificuldades de ser uma mulher, mas também sua inteligência em conseguir ser uma sobrevivente.



E é isso que Catherine é, uma sobrevivente. O seu passado, com a morte dos pais e o abuso de soldados, a moldou para ser a pessoa que é hoje. Manipuladora, mas alguém que está sempre um passo na frente. Francis até retorna, mas nada faz, pois sua mãe e Mary já acabaram com os italianos.


Após essa batalha juntas, Mary cria um respeito pela rainha que antes não tinha. Ela não sabe a razão de Catherine não querer seu casamento com Francis, mas entende que o coração da futura sogra também não é de pedra.


Mas de nada adianta uma rainha com planos mirabolantes tentando salvar a “virtude” da rainha da Escócia, se ela quiser entregar antes do casamento. E Mary não segue as regras sociais e se entrega para Francis, ou pelo menos é o que ficou subentendido.


Depois de tantas desculpas desnecessárias para os dois ficarem separados, o príncipe decide assumir seu amor por Mary e fazer as pazes. Fico só imaginando as conseqüências desse ato amoroso para a aliança entre França e Escócia.


Por fim, tivemos Bash fora de toda ação do castelo, protegido por Diane. A ausência dela é justificada nesse episódio, pois ela estava atrás de meios para conseguir fazer de Bash o próximo rei da França. Ele não concorda e até briga com a mãe pela suposta insinuação, mas Diane tem razão.


No momento que Henry morrer, ela e Bash serão expulsos e não terão mais nada da família real. Com Diane determinada a evitar isso e transformar Bash no legitimo herdeiro de Henry, podemos esperar uma “guerra dos tronos” que irá começar.



#ThatsMyOpinion


Assista a promo do próximo episódio:




Comentário(s)
0 Comentário(s)