SLEEPY HOLLOW - S01E09: SANCTUARY

Por Alvaro Luiz Matos

28 de novembro de 2013

SPOILERS ABAIXO:
Nem iria fazer uma review essa semana, estou num clima que só faço reviews com muito interesse, afinal não adianta escrever sem motivação. Porem, mais um episódio muito bom em Sleepy Hollow me fez compor algumas palavras.

Toda semana teremos algo importante a ser contado? Isso pode não durar muito tempo, pode deixar de ser bom na terceira ou quarta temporada, mas hoje não da pra dizer nada além de coisas positivas.  A série tem uma trama muito bem montada, um clima de terror muito bem desenvolvido, flutua entre bruxas, demônios e a morte com uma naturalidade sobrenatural. Desenvolvendo casos semanais muito bem ligados e se desenvolvendo sem nenhuma pressa, pois nos apresenta a história que não precisa evoluir tanto com o roteiro.

Até agora só ficamos sabendo do passado e isso vai ser o trunfo de Sleepy Hollow enquanto eles tiverem amarrando muito bem o roteiro. Utilizando Flashbacks a série não precisa resolver sempre os seus casos, pois ela incrementa sua história de outra maneira. O oposto também é valido, pois ao evoluir, nem sempre a série precisará mergulhar tanto no passado.
Ou seja, Sleepy Hollow não fez nada além de nos contar a sua mitologia, e já estamos numa parte avançada da temporada onde na regra a série deveria ter chegado a algum lugar, mas isso não vem fazendo falta.

Não sei se expressei bem a minha motivação e o motivo pra tal, mas esta série consegue ser muito eficiente ao desenvolver sua mitologia e criar rapidamente uma identidade própria. Olha que tomo um cuidado imenso em exaltar uma série para que isso não pareça certo fanatismo (o que geralmente não é).

Crane ter um filho com Katrina foi uma surpresa totalmente inesperada (assim como foi saber que o cavaleiro foi seu melhor amigo). Episódio a episódio temos boas revelações que podem motivar sempre o espectador (além de motivar nosso protagonista que nesse episódio ficou possesso ao saber que aquela criatura poderia ter matado seu filho).
E pra completar ainda fazem aquela ligação entre Abbie e a “parteira” de Katrina (simplesmente demais).

Sinceramente a atuação vem sendo o maior diferencial dessa série, se por um lado Abbie não é um primor (apesar de uma grande melhora), Crane é representado com maestria. O personagem tem várias facetas, tem um tom heroico, um tom histórico, uma pitada de intelectualidade, sarcasmo e ainda tem um alivio cômico (não é fácil atuar e demonstrar tanto diferencial assim).

Enfim, está muito bom, de verdade. E você? Está gostando? Divida sua opinião conosco.

Twitter @SeriesEmFocoWebRelated Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Facebook: SériesEmFoco

Assista a promo do próximo episódio:
Comentário(s)
0 Comentário(s)