REIGN - S01E06: CHOSEN

Por Nicole Chaves

28 de novembro de 2013

SPOILERS ABAIXO:
O escolhido.


Essa semana a série desperdiçou tramas com potencial ao não desenvolver de forma eficiente cenas e diálogos. Além disso, continuou dando importância exagerada nos relacionamentos amorosos do rei Henry e dramatizou demais a decepção de Francis sobre o beijo entre Mary e Bash.


Essa era a oportunidade para conhecermos mais sobre o povo pagão, que habita a Floresta Sangrenta. Mas os roteiristas preferirem demonstrá-lo superficialmente como um bando de hereges e assassinos, que foram uma sociedade secreta e poderosa infiltrada no castelo.


Conforme o aviso recebido por Bash no episódio anterior, o filho bastardo do rei deveria pagar por sua intromissão escolhendo uma pessoa para continuar o ritual. Se caso ele não fizesse, os pagões escolheriam alguém do castelo para pagar a dívida dele.


Obviamente, Mary vira o alvo deles, deixando o triângulo amoroso ainda mais tenso. Francis só joga indiretas, esperando que o irmão ou a noiva confesse. Mary fica o tempo todo com aquela expressão de assustada e arrependida, tentando descobrir quem a pessoa que deixou o colar e a cabeça do veado em seu quarto.

Sua única fala sensata e interessante do episódio é dizer para Catherine que como ela já entrou em seu quarto, deve saber como os pagões fizeram. Não sei se ria do comentário ou da expressão incrédula da rainha. Pelo menos, a rainha toma uma atitude para proteger o castelo, mesmo que seja mais pelo receio de sua vida do que de Mary.

E apesar de todas as falhas de Catherine, ameaçando os empregados de morte ao queimar suas casas, ela ainda faz algo mais útil do que Henry. A única coisa interessante da volta do rei é ele ter trazido Diane, a mãe de Bash, de volta a corte.


Toda a história de Kenna com ciúmes, sendo mais chata que o normal, e Henry tentando convencê-la de que acabou tudo com Diane foi altamente desproporcional com o episódio. Você é um rei, sua corte está sendo ameaçada por um povo próximo, desconhecido. E há pessoas desse povo infiltradas dentro do seu castelo.


E o que você faz? Fica preocupado em convencer sua amante de que rompeu com seu ex amante, o que é a mais pura mentira. Kenna é ingênua demais para perceber que Diane está há muito tempo nesse jogo e sabe muito bem conseguir o que quer com o Henry.


Até então, a única fraqueza de Diane era ser a amante oficial e não a rainha. Mas tudo muda com a revelação de que ela já foi do povo pagão. Ou pelo menos, seguia a religião deles. Diane se preocupa com o filho e avisa Bash para cumprir a ordem dos pagões.


Porém, a forma como que o pagão conversa com Bash demonstra que ele não foi escolhido apenas por sua falta em interromper um sacrifício. O filho bastardo do rei também tem o sangue do povo pagão e esse histórico familiar deve retornar depois para assombrá-lo. A principio, ele consegue terminar com a ameaça, matando pagão como sacrifício e o ladrão que usou para despistar, já que ele foi burro o suficiente para ameaçar Bash e Diane.

Descobre-se os responsáveis pelas ameaças a Mary e Catherine é impiedosa, mandando queimar os hereges. Com isso, a série ganha mais uma vez qualidade por utilizar pontos históricos amplamente conhecidos como argumento da história. Todos já ouviram falar de como a Igreja Católica perseguia as pessoas que não seguiam a religião. 

Por fim, Francis decide tomar uma atitude em relação ao beijo entre Mary e Bash. Em uma atitude egoísta, visto que ele também “traiu” a noiva ao beijar Olivia, Francis diz para Mary que até oficializarem o casamento deles, cada um segue a sua vida.


Quer dizer, ele vai aproveitar ao máximo com Olivia, dando oportunidade para que o plano de Catherine prossiga, mas Mary deve ficar com qualquer outra pessoa, menos Bash. A audácia dá pessoa é tanta que Francis chega a ameaçar Bash, reforçando o aviso que Diane tinha dado para o filho sobre se envolver com Mary.


Minhas expectativas de um episódio melhor para a próxima semana se resumem a ameaça velada de Diane de proteger o filho. A mãe de Bash pode ser a nossa entrada no misterioso e sombrio mundo da Floresta Sangrenta.


#ThatsMyOpinion


Assista a promo do próximo episódio:
Comentário(s)
0 Comentário(s)