THE ORIGINALS - S01E03: TANGLED UP IN BLUE

Por Poliana Mendes

18 de outubro de 2013

 SPOILERS ABAIXO:
Quando uma série é spin-off de outra e o personagem principal dessa nova série era o vilão da anterior, é preciso humanizá-lo e trazer um novo personagem como vilão.
Klaus não é o mocinho de The Originals, na verdade, The Originals não tem um mocinho ou mocinha, pois todos possuem seu lado bom e ruim.

Para quem conhece Klaus de longa data (fãs de TVD), sabem como ele primeiro mata e depois pergunta, mas além de ser esse badass, ele possui um coração e quando ele se importa com uma pessoa é de verdade.

Imaginem o que o Klaus passa, literalmente ele criou um monstro que hoje em dia tem tudo o que ele sempre quis e de quebra ainda tem um irmão que honra o que fala e é um cavalheiro que não se encontra atualmente. Klaus sempre foi o renegado da família, por ser o bastardo, toda essa sua raiva acumulada o transformou no que ele é hoje.

Na vida real ninguém é 100% bom ou 100% mal e o mesmo ocorre em The Originals, como falei anteriormente Klaus pode ser malvado, mas ainda sim existe um resquício de humanidade que o faz lutar pelo seu filho que ainda não nasceu e por seu irmão. Marcel também mostra-se que não é de todo mal, quando passa a se importar com Cami e até mesmo com os seus vampiros. O mesmo vale para Sophie que por uma causa maior acaba participando da morte de uma das bruxas do Quarter.
Essa pluralidade dos personagens está sendo construída aos poucos, mas que conforme avançam-se os episódios podemos ter uma ideia maior como os personagens irão tratar problemas e felicidades no decorrer da série.

Quando The Originals foi anunciado eu imaginei que a série se focaria 90% em Klaus e os outros 10% nos seus irmãos, mas eu me enganei. Como a série é contada na versão do Elijah, a série é mais comedida e menos explosiva, o que ganha muitos pontos.

Klaus é uma das criaturas que mais bota medo na face da Terra, sua fama é mundialmente conhecida e ele faz jus à ela quando consegue planejar e arquitetar seu plano do jeito que ele queria e se não fosse 100% do jeito dele não seria Klaus. A sede do híbrido por poder faz ele conseguir tudo que ele quer até agora, resta saber se continuará assim ou se ele levará umas quedas no decorrer da série.
Klaus enxerga a fraqueza dos outros e com isso está indo bem no seu plano de poder, Sophie é uma bruxa que busca vingança pela sua irmã e quer liberdade, Rebekah quer seu irmão preferido de volta e esquece que Klaus é um manipulador nato, já Marcel está contente com seu amigo de volta e agora está devendo uma para Klaus.

Tudo está se interligando para algo que eu acho ser bem legal, se bem executado é claro. Só espero um enfoque maior em Cami, pois tanto Klaus quanto Marcel tem sentimentos por ela e em Davina, essa menina é o quê, bruxa, vidente, vidente-bruxa? E da onde vem todo esse poder? Por que ela se importa tanto assim com Marcel?

P.s.*: Não seria série de Plec se não tivesse triângulo amoroso, espero que ela deixe esse romance em segundo plano e foque no que a série tem de melhor.

P.s.**: The Originals honrando TVD quando se trata de festa. 

Texto de:  Poliana Mendes - @poliziinhaa
Twitter: @SeriesEmFocoWeb
Facebook: SériesEmFoco


Assista a promo do próximo episódio:

Comentário(s)
0 Comentário(s)