NASHVILLE - S02E01: I FALL TO PIECES (SEASON PREMIERE)

Por Bernardo Vieira

27 de setembro de 2013

SPOILERS ABAIXO:
Desculpe-me o saudosismo, mas parece que foi ontem que eu estava me contorcendo na cama por causa daquele Season Finale de "Nashville" em maio, pois como todo série maníaco eu não iria conseguir esperar para saber o que havia acontecido com Rayna e Juliette. Felizmente, eu consegui sobreviver para ver mais um ótimo episódio de "Nashville" e ver que teremos uma excelente temporada vindo por aí.

Para quem acha que Henry Cavill deu um excelente Super Homem, é porque ainda não viram o que Deacon fez nesse episódio, pois apenas com algumas torções de braço pra cá uma ajeitadinha pra lá, desata o cinto acolá e tira Rayna inconsciente do carro tão rápido quanto Henry Cavill levou para salvar o dia em "Homem de Aço". Brincadeiras aparte, a cena inicial da série pode ter sido um pouco insuficiente em questões técnicas, mas ajudou muito a série a dar o seu início, ou seja, entregou a injeção perfeita de drama que o telespectador precisava para entrar no mundo de "Nashville" depois de quase um semestre de hiato.
Por favor não me entendam mal, até porque eu sou eu grande fã de Connie Britton desde "Friday Night Lights", mas eu gostei que a nossa rainha do country tenha ficado inconsciente durante grande parte do episódio, porque só assim Hayden Panettiere teve espaço para mostrar o seu excelente talento que faltou ser reconhecido nos Emmys. Aqui, pudemos ver que Hayden não só usa e abusa das suas excelentes tiradas de humor, como a das velas que ela queria algumas porque precisava rezar para Rayna, como também mostrou da forma mais sublime possível a sua versatilidade em ser uma celebridade fútil, uma pessoa com sentimentos e angústias, e uma artista com sede de sucesso.

Eu gosto muito do tipo de história que a série tentará fazer com Will (o personagem de Chris Carmack), o gay que não saíra do armário porque isso impedirá que ele alcance o estrelato no country. Acredito que mesmo que essa história ja esteja manjada e batida, aqui ela terá muito efeito porque a série possui muita facilidade para falar de sucesso de uma forma muito particular, descrevendo-o como uma coisa boa, mas como algo que pode destruir vidas e carreiras. Outra coisa que eu gosto muito é o espaço que Gunnar deve ganhar nos próximos episódios, mas o seu personagem precisa ser melhor trabalhado para que isso aconteça, porque se o seu personagem continuar do jeito que esta e com o espaço cada vez maior, ficará difícil para ele dar conta de tudo isso ao mesmo tempo.
Os problemas deste episódio são simples - a atriz que contrataram para ser a nova "amiguinha" de Scarlett que dará o ombro para que ela chore nos momentos difíceis e toda a bobagem que isso acompanha, é uma péssima atriz. Eu concordo que a série deve abrir as portas para sangue novo, mas quando isso acontecer novamente eu gostaria de ver alguém que tenha talento, e não apenas mais um rosto bonito. Uma coisa que me irrita demais é ver que todo novo personagem que é introduzido no núcleo de alguém, ele (ou ela) acaba sendo (mais cedo ou mais tarde) o interesse amoroso de alguém, pois quem duvida que a garçonete vai se envolver com Avery, ou que advogada de Deacon vai se envolver com ele quando não der certo com Rayna?

E a última coisa que não deu muito certo nesse episódio foram o flashbacks que serviram para explicar o que aconteceu no passado, quando Rayna tentou ajudar Deacon e outros detalhes sórdidos. Tudo bem que foi a melhor das intenções para situar o telespectador, mas não foi uma coisa muito bem feita, a não ser se você ficou convencido da versão jovem de Rayna que nada mais foi que um cabelo jogado para o lado.

Eu gostei muito da história que o roteiro propôs nesse episódio, mostrando que quando uma celebridade  não esta nada bem no hospital ou faleceu (será se é isso que acontece com Rayna?), as únicas pessoas interessadas são a família e os fãs, ja que o ex-marido estava mais preocupado em mostrar que é um excelente prefeito de Nashville (que não é, convenhamos), e a concorrência que estava mais preocupada em parecer sensibilizada, mas só parecer. Ótima ideia.

Melhores Músicas do Episódio:



Facebook: SériesEmFoco

Assista a promo do próximo episódio:
Comentário(s)
0 Comentário(s)