SUITS - S03E05: A SHADOW OF A DOUBT

Por Poliana Mendes

17 de agosto de 2013

SPOILERS ABAIXO:
E aí Harvey, qual será seu próximo passo? Nem só de episódios com reviravoltas se vive uma série e por mais que a principal característica de Suits seja essa, é necessário em algum momento diminuir esse ritmo para antecipar reviravoltas e fatos.



E foi isso que Suits fez nesse episódios, acho que os roteiristas estão lendo minhas reviews hein?! A série vem mostrando toda sua qualidade e principalmente sua linearidade com ótimos episódios independente do ritmo do mesmo. Em episódios mais calmos abre-se para que as características principais dos personagens possam ser mais explorados e vimos isso em “Shadow of a Doubt”.

No affair de Donna e Stephen podemos perceber uma Donna claramente mais feliz, o problema é quando essa relação afeta Harvey e vimos que o afetou, mesmo Harvey sendo Harvey e fingindo não se importar muito com o que Donna faz fora do escritório. Até que enfim estão explorando essa suposta relação de Donna e Harvey no passado.

Falando em Stephen, descobrimos que ele pode se parecer bastante com Harvey, mas nunca será o próprio, como ele mesmo disse, atacar a vida profissional é uma coisa, atacar a vida familiar é outra completamente diferente. São nessas situações que vemos o quanto Harvey tenta e se mostra ético nas suas ações (na medida do possível e se comparado a Stephen e Jessica é claro).
E o Louis como sempre mostrando o porquê de ser um dos personagens mais carismáticos de Suits, nunca imaginei que ele e Nigel teriam tantas mais coisas em comum e que por um momento levantariam bandeira branca nessa disputa entre os dois. Se Nigel fosse mulher, claramente Louis teria que envelhecer ao lado dele como bons velhinhos apaixonados e rabugentos.

Sabia que entre Mike e Rachel teria algum conflito vindo por aí! A relação deles estava ótima que toda cena dos dois eu vomitava arco-íris de tanto amor dos dois. E o caso da semana que Mike ficou responsável foi importantíssimo para fazer o paralelo entre o caso e a relação dos dois, Suits consegue trabalhar esse paralelo como poucas séries que eu acompanho atualmente.

E o caso Ava Hessington veio pra ficar mesmo, como eu já tinha dito anteriormente, afinal, é o ganho de causa desse caso que irá mudar (ou não) a vida de todos da firma. É um tanto quanto irônico ver que quem no final das contas achou uma solução para isso foi Jessica.
Se nos episódios anteriores eu já estava tomando raiva de sua personagem, nesse episódio consegui voltar a gostar de Jessica. Resta saber o que Harvey fará, claramente ele ainda está muito magoado com todo o desenrolar do final da segunda temporada, mas será mesmo que ele terá essa coragem de agir dessa forma com Jessica?

E aí, o que gostaram? Não esqueçam de comentar!

Melhor diálogo do episódio:
“Rachel: Você quer que eu seja o Mike do seu Harvey?
Mike: Eu quero que seja o Mike do meu Harvey.
Rachel: Posso fazer metade das perguntas?
Mike: Harvey não deixa Mike fazer metade das perguntas.
Rachel: Tudo bem, um terço.
Mike: Harvey não negocia com Mike.
Rachel: Mike não faz sexo com Harvey.
Mike: Um terço me parece bem razoável.”

P.s*: Quanto rancor no coração do Cameron hein?! 


Texto de:  Poliana Mendes - @poliziinhaa
Twitter: @SeriesEmFocoWeb
Facebook: SériesEmFoco

Assista a promo do próximo episódio:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentário(s)
2 Comentário(s)