SKINS UK - S07E06: RISE - PART TWO (SERIES FINALE)

Por Marcus Vinícius

9 de agosto de 2013

SPOILERS ABAIXO:
Em um episódio que teve em sua maior parte um clima pesado e sombrio nos despedimos de Skins de uma forma bem diferente das quais nós estamos acostumados a presenciar.

Nunca pensei que o episódio pudesse atingir proporções tão inesperadas, tenho que admitir que o RISE foi o melhor de todos, e nem é porque eu gosto do Cook, mas por deixar um "gancho" especial de um episódio para o outro, além de seu final inesperado e também um clima de suspense.

Desde quando começou o episódio eu acreditava que o Cook não ficaria nem com a Emma e muito menos com a Charlie, afinal a vida que o personagem leva não é uma vida comum e sim a de um foragido que não deve/deveria se apegar muito as pessoas. Pois bem, Cook é Cook!

Charlie foi a "bitch" de Skins-Rise e tudo deveu-se à ela, e Emma a sofredora da vez, imagine só você perder seus pais, ter um namorado que o traiu e além disso fugir junto com a pessoa que causou toda essa confusão, foi isso que aconteceu com a Emma e isso que me fez sentir pena da personagem. Eu gostava da Emma apesar de que em alguns momentos ela me lembrasse a Effy com aquele jeito "chiclete", não sei se essa seria a palavra certa, mas que elas tem semelhanças isso tem.
Por inúmeros momentos eu fiquei tenso em saber o que aguardava Cook e as garotas, já que a perseguição já havia começado, a partir daí eu imaginei coisas ruins que iriam acontecer que foi o caso dos pais mortos(?) da Emma, eu não esperava por isso também, mas já que o vilão da história queria de alguma forma uma vingança ele conseguiu acabar com toda a família pra de certa forma ferir os sentimentos de Cook.

Se houve um momento em que eu fiquei sem palavras foi quando a Emma apareceu morta pendurada na árvore, em momento algum eu imagina que ela seria a pessoa que fosse morrer, acreditava que seria a Charlie por motivos óbvios porque afinal tudo isso ocorreu devido à ela. Me enganei feio nessa tentativa de adivinhar quem morreria, porquê afinal Skins sem morte ou sem algo bem dramático não é Skins!

Ouvi falar de inúmeras pessoas que o Cook deveria ter matado Louie, mas eu penso diferente acredito que Cook tenha mudado bastante e isso fez com que ele tomasse decisões mais cabíveis e não agisse por impulso, afinal Cook matar mais uma pessoa faria ele se sentir melhor? talvez por um breve momento, mas aquilo ficaria para sempre em sua consciência, como foi o caso do homem que ele já tinha matado( para quem não lembra foi o assassino do Freddie no final da 4° temporada). Dessa forma eu acredito que o personagem tenha feito a coisa certa mostrando de alguma forma parte do seu amadurecimento.
Os discursos feitos no começo e no final foram bem marcantes para entendermos exatamente o que Skins-Rise quis passar para nós. Creio que o final foi até demais e para o Cook encerrar a série foi mais ainda. O episódio terminou ao estilo de Cook, já que ele fugiu( novamente) sem um rumo certo, e com o gosto de quero mais a temporada acabou deixando saudades pra sempre de uma série que marcou bastante, apesar de conteúdos provocativos e linguagens obscenas a serie conseguiu se manter por sete anos.

Sobre o final do personagem eu achei digno, afinal Cook sempre fugiu da polícia e o seu desfecho não poderia ter sido diferente, afinal alguém imaginaria ele fazendo outra coisa? Eu não! E o final da Charlie também achei válido, pois eu não queria de jeito nenhum que os dois ficassem juntos(rs).

Estou triste por saber que mais uma série que eu gosto acabou, mas feliz por ela ter tido um desfecho que eu particularmente adorei, apesar de tudo Skins marcou uma geração e deve ser assistida sempre que possível novamente.

Próxima semana provavelmente teremos o RESUMO do que aconteceu nessa última temporada de Skins!

Texto de: Marcus Vinícius - @marcusviniz
Facebook: SériesEmFoco

Assista a promo do episódio:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentário(s)
2 Comentário(s)