SKINS UK - 7ª TEMPORADA (RESUMO)

Por Marcus Vinícius

20 de agosto de 2013


SPOILERS ABAIXO:
Essa temporada de Skins foi necessária para selar o destino de alguns dos personagens? Apesar de muitos erros e acertos a série que foi trazida de volta tinha como missão encerrar toda a trajetória de Skins para fechar com chave de ouro, isso foi realmente possível nessa 7ª temporada?

Bem, quando eu vi anunciarem que Skins voltaria para uma 7ª e última temporada me animei bastante, depois descobri que seriam 3 episódios divididos em duas partes cada um deles e que os protagonistas seriam a Effy, Cassie e o Cook, tinha tudo pra dar certo, será que deu?

Começando por Skins- Fire, as coisas realmente pegaram fogo, e Effy pode perceber que para conseguir sucesso ela não deve de maneira alguma confiar nas pessoas com quem ela trabalhava, além de que deveria ter feito um trabalho justo/honesto para ser reconhecida, já que isso não ocorreu ela acabou sendo presa. Quanto ao fim de Effy eu achei justo sim, afinal trapacear mesmo que seja para o benefício do seu chefe com que ela estava ficando é um crime, e nada melhor do que uma prisão para Effy se sentir culpada pelos seus atos.
Continuando com Skins- Fire, Naomi me pareceu a mais fracassada de todas as pessoas, fiquei com muito dó da personagem, mas apesar de tudo ela não queria desistir do seu sonho que era o de contar piadas em um stand up( e fazer sucesso com isso é claro) até aí tudo bem porque nem sempre o que queremos realmente acontece. Pensei que ela teria um final lindo e tal...mas, não! Resolveram trazer a Naomi pra Skins-Fire apenas para matá-la? Não acreditei, e passei a segunda parte do episódio todo preocupado com o final que ela teria, e não é que o inesperado aconteceu?! Esse foi o maior erro cometido nesse episódio, afinal sempre shippei e sempre shipparei Naomily! Achei a morte dela a mais desnecessária de todas.

Partindo de Fire para uma coisa mais leve que foi Pure, pudemos perceber que Cassie se encontrava no mesmo lugar como estivesse parada ao tempo, mesmo estando mais responsável ela ainda tinha muitos sonhos no quais ela precisava apenas de um empurrão para que pudesse realizá-los. Muitas coisas aconteceram nesses dois episódios, já que agora a Cassie passou a ter responsabilidade de cuidar de seu irmãozinho. Se o sonho dela era ser modelo, ele acabou indo para baixo d'água.
Skins- Pure em si foi muito bom e dramático, para alguns pode ter sido um tédio total, mas eu achei um episódio bem construído no qual mostrava bem o que Cassie pensava e sua maneira de agir. Ela nunca foi boa com relacionamentos e isso também pôde ser bastante percebido, assim como ter "aparentemente" superado seus distúrbios alimentares, mostrando-se uma pessoa esforçada em superar coisas que antes pareciam distantes de se conseguir.

De um episódio leve e Pure até demais, passamos a saber o que realmente teria acontecido com o Cook em Skins- Rise, e vimos que a vida pra ele não mudou muita coisa também, como sempre ele estava fugindo da polícia e agora estava vivendo uma outra realidade. Como Cook nunca soube dizer não para as pessoas, ele acabou se prejudicando novamente e pagou um preço alto demais por isso, seus interesses amorosos nunca foram dos melhores e foi isso que fez o personagem se dar mal, perdeu a namorada e caiu na vida novamente, sem ninguém saber de seu paradeiro.
Cook aparentemente não tinha mudado muito, mas depois que ele resolveu não matar novamente isso sim me fez perceber o quão amadurecido ele ficou, e todo aquele drama da do final da 4ª temporada o perseguindo até hoje, nos mostrando que apesar de tudo o Cook tem sentimentos. Gostei do final que ele teve, afinal Cook não é de ninguém e de nenhum lugar.

Eu não digo que essa temporada foi ruim, mas afirmo que poderia ter sido bem melhor. Skins retratou esses três episódios de uma forma bem realista, nos mostrando que a vida adulta nem sempre é o que esperamos.
As responsabilidades aumentam, as consequências dos atos também, e todo o "drama" que eles tiveram na adolescência foram deixados para trás ou trazidos de volta com muito mais intensidade, os vícios também estiveram muito presentes mas o que não podemos esquecer é que fundo cada um deles amadureceu, claro que cada um teve um nível de amadurecimento diferente dos outros.

Vai ser difícil existir uma série tão dramática como Skins novamente, pois a série sempre mostrou uma realidade bem diferente e mais real das outras desse gênero. Sentirei muita falta, mas fiquei um tanto aliviado por a série terminar com chave de ouro e sem muita enrolação.

Com Skins pudemos conhecer ao longo de seis anos, personagens inesquecíveis com manias e vícios, amores correspondidos e não correspondidos, doenças, mortes e muito, mas muito drama teen... Termino esse resumo da temporada dizendo que Skins vai fazer muita falta.

R.I.P Skins: 25 de Janeiro de 2007- 5 de Agosto de 2013.

                                     Assista a promo da temporada:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentário(s)
5 Comentário(s)