HOW I MET YOUR MOTHER - 8ª TEMPORADA (RESUMO)

Por Alvaro Luiz Matos

17 de maio de 2013

Por: AlvaroLuizMatos - @AlvaroLuizMatos

SPOILERS ABAIXO:
Uma temporada de altos e baixos, com picos de qualidade e momentos de decepção, foi mais do que uma temporada, foi a abertura de um grande final.

HIMYM durante esse último ano foi uma série que procurou uma estabilidade onde não poderia ter. O início da temporada, sem uma definição sobre se seria a última ou não, fez com que o roteiro se perdesse em momentos muito ruins até que pudesse novamente se encontrar para exibir uma das melhores sequências de episódios desde sua criação.

A série é toda envolvida com sua mitologia, com seus aspectos únicos e isso sempre foi o motivo da crescente qualidade do roteiro. Todas as vezes que pudemos ver os personagens agirem como esperávamos, pudemos nos deparar com bons episódios.

A primeira sequência de episódios ruins foi justificada em um episódio perfeito onde Barney pede Robin em casamento. Nesse momento o roteiro cresceu e foi ao auge, até o momento em que seguir para o final dependia de novos desenvolvimentos.
Desenvolver para justificar atitudes sempre foi um dos cuidados dos roteiristas, mas não posso negar que é também um dos momentos mais chatos da série. Os episódios no qual o roteiro tende a criar situações repetitivas fizeram com que muitos episódios caíssem de qualidade.

Porem tudo isso já foi dito semanalmente em minhas reviews. Então irei falar o que todo mundo espera ouvir e depois comentar sobre a evolução de cada personagem.

A “Mother” apareceu durante 5 segundos, e mesmo que muitos críticos juguem essa decisão como incomoda, eu acredito que nos bastava apenas um segundo para valer todos os anos da série.

Primeiro que o roteiro prova que optou não fazer com que essa revelação seja a última cena da Series Finale, e mostra que deve investir em mostrar Ted e sua futura esposa juntos. Acredito que isso não só é importante como valoriza todos os anos que assistimos a série.
Ouvi também criticas sobre a “beleza” da atriz, e convenhamos? Alguém ai se ama pela beleza? Ou apenas procura a pessoa certa? Ted sempre procurou algumas características na personagem e pela primeira vez poderemos ver se o roteiro procura ser coerente com tudo o que prometeu.

Ted, ano após ano, é sempre o personagem que menos evolui, mas dessa vez ele foi desde a inauguração de seu prédio até momentos de extrema evolução pessoal e maturação.

Marshall percebeu que seu sonho estava incompleto, pois ser um advogado ambientalista não era bem a noção de justiça que ele precisa ter. Como juiz ele evoluirá nesse sentido, sendo assim não acredito que ele desista dessa oportunidade.

Lily é a personagem que menos me agrada, mas cresceu muito durante o final da temporada. Seu sonho em ser artista pouco explica ser uma consultora, e ainda espero algo mais palpável para a personagem, algo que ela realmente mereça e termine a série em alta.
Robin foi desde seu namorado bonito e burro até o altar com Barney. A revelação de que ela seria mesmo a esposa do Barney (ainda na Season Finale passada) fez com que muitos episódios perdessem o sentido, mas também nos levou aos melhores momentos da série.

Já Barney é, e sempre será, o astro da série. Mesmo que casado e um pouco menos irresponsável, é totalmente coerente e inteligente mostra-lo junto a Robin como um casal LEGENDARY.

A temporada teve um saldo positivo e abriu caminhos para o próximo ano. Não acredito que arcos como “Itália e Chicago” durem muito tempo, mas quero ver uma temporada extremamente na medida.


Twitter @SeriesEmFocoWebRelated Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Facebook: SériesEmFoco

Veja a promo da SEASON FINALE
:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentário(s)
2 Comentário(s)