GAME OF THRONES - S03E06: THE CLIMB

Por Alvaro Luiz Matos

8 de maio de 2013

Por: Thamara Ribeiro - @Thamara_trs

SPOILERS ABAIXO:
Um episódio composto por algumas cenas que eu carinhosamente chamarei de “ridículas”.

A quem pensa que Game of Thrones é ação e guerra o tempo inteiro veio assistir a série errada. Esta mostra os bastidores de um jogo para se chegar ao poder e nem sempre há violências absurdas, o máximo que temos é cabeças cortadas, assim como outras partes do corpo humano, pessoas sendo incendiadas vivas e algumas lutas, mas isso não é uma constante nos episódios, logo, para algum deles ser considerado “parado” deve ser aquele em que nem a própria política impressiona.

Porém a quem procura um seriado épico com personagens intensos, roteiros bem elaborados, trilha sonora diferenciada, cenários lindos, figurinos perfeitamente confeccionados ao estilo Idade Média, diálogos inteligentes e cenas inesperadas esta é a série certa para você.
Sem contar o elenco que traz atores e atrizes lindos, outros nem tanto, altos e baixos, velhos e novos, mas o quem eu quero citar é o ator anão fantástico, a menina de 17 anos que deixou a escola por não ter uma boa relação com seus professores, uma ex-atriz pornô, uma atriz que até poucas semanas atrás tinha menos de cinco dólares em sua conta bancária, dentre muitos outros. Mas suas vidas pessoais não importam, a parte relevante é o quanto são bons profissionais e o quanto fazem com que a série seja tão bem sucedida.

The Climb não entrou para a minha lista de episódios inesquecíveis de GOT, na verdade apenas duas ou no máximo três cenas foram boas o suficiente para salvá-lo.

Vou começar com as cenas que devem ter alguma importância, mas que me deixaram irada! Primeiro o grande ser pensante que leu todos os livros da biblioteca do pai, além de fugir com uma mulher que carrega uma criança recém-nascida ainda para no meio da floresta e tem a incrível ideia de acender uma fogueira e como se não pudesse piorar ele começa a cantar. Palmas para o Sam!

O diálogo que comentarei agora foi um dos que fizeram para preencher o tempo do episódio: Osha visivelmente irritada e talvez até enciumada porquê Meera Reed consegue caçar melhor que ela ou porquê apontou uma faca para Osha. Essa cena só foi importante por dois motivos. O primeiro é para nos mostrar o quanto Bran está maduro colocando ordem no grupo. Segundo para nos mostrar como acontecem as visões enquanto um warg dorme, além da previsão do garoto.
A cena seguinte super me irritou, já não bastou eu ter ouvido e lido a semana inteira sobre “Você não sabe nada Jon Snow” os próprios personagens ainda repetem a piada. O cúmulo, vamos inovar meu povo! O bom da cena foi ver Ygritte confirmando que não acreditou no discurso que “João Neve” fez para o Mance. Ficou a pergunta: até quando ela vai guardar o segredo de Jon? Entretanto, ele a salvou da morte logo depois, talvez ela realmente se apaixone por ele.

Para fechar essa minha pequena lista de cenas que me irritaram profundamente eis que me deparo com o Loras e Sansa conversando como se estivessem ambos apaixonados um pelo outro, sem contar a conversa sobre casamentos. Como assim? Não me venham falar que é tudo uma armação dos Tyrell porque disso eu já sei, mas covenhamos que aquela imagem, no mínimo, causou vergonha alheia em muitos telespectadores.

Pronto, já desabafei. Deixo as partes boas do episódio para vocês comentarem, até!

Twitter @SeriesEmFocoWebRelated Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Facebook: SériesEmFoco

Veja a promo do próximo episódio:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentário(s)
8 Comentário(s)