AS NOVAS SÉRIES E AS MINHAS OPINIÕES

Por Alvaro Luiz Matos

15 de maio de 2013

Por: AlvaroLuizMatos - @AlvaroLuizMatos
Já é bem comum todos os anos ficarmos ansiosos com novos promos, novas ideias e depois nos decepcionar com os velhos erros. Vamos ver o que temos para hoje.

Não tem como pensarmos no que temos para hoje sem perceber que todo anos veremos J.J. Abrams lançando seu novo sucesso. Colocar seu nome no projeto criativo deve ser mais fácil do que criar um só projeto e leva-lo até o final.

Estamos acompanhando também o alto numero de novas séries da NBC, o canal está procurando se renovar desde suas séries dramáticas até as suas comédias. Particularmente defendo o canal, acho que o problema está na descrença da audiência (provocada por projetos ruins) e nem sempre nas séries lançadas. É fácil encontrar exemplo de séries boas com audiências ruins como as já extintas Awake e Chuck e a atual Hannibal.

Já na ABC eu acabo nem vendo as promos, são dramalhões, séries que mais parecem com novelas e ideias muito melosas. Sei que existe um grande publico que gosta, mas insisto que é um erro apostar em um tipo de série apenas (mudam-se os roteiros, mas não a essência).

ALMOST HUMAN


Sinopse: Esta é uma série policial que se passa no futuro, quando todos os oficiais de Los Angeles têm como parceiro um androide humanoide bastante evoluído.
Opinião: Pela promo é claro que se trata de uma grande produção, eventos rápidos, cenas de ação e o cara da atualidade assinando a produção (J.J. Abrans). Só queria lembrar que ele errou em Alcatraz, em Revolution e agora nos apresenta mais uma série surrealista como de costumo. Pra mim se trata de mais um procedural com estrutura de roteiro diferente.

Não que ser um procedural seja ruim (eu particularmente gosto), mas vai de cada pessoa aceita qual o tipo de estrutura quer ver em uma série do gênero  Depois de The Following, não há erro de roteiros que tire uma série cheia de plost do ar.

THE BLACKLIST

Sinopse: Por décadas, o ex-agente federal Raymond “Red” Reddington (James Spader) é o homem mais procurado do mundo pelo FBI. Sua especialidade é facilitar operações para criminosos, fazendo-o ganhar a fama de “O Concierge do Crime”. Agora ele decide de entregar de forma voluntária e auxiliar o FBI em prender os perigosos criminosos que prestou serviço durante anos. Porém, ele faz questão de trabalhar com a novata Elizabeth Keen, uma agente recém saída da academia, sem nenhuma aparente ligação com Red.
Opinião: Mais um procedural para a temporada, e dessa vez na NBC. É dizer NBC já faz com que as séries passem a ter risco de cancelamento, mas para The Blacklist isso não deve ser uma regra. A série terá The Voice por traz para segurar a audiência e hoje é o melhor que a NBC pode fazer.

Colocar sua maior aposta para a temporada próximo do The Voice é para que a audiência possa conhecer melhor a série e dai por diante. The Blacklist foi até comparada com White Collar por se tratar de um criminoso ajudando a encontrar outros criminosos. Pode até ser que pareça a primeira vista, mas não possuem aspectos parecidos se analisadas com calma.

The Blacklist poderá ser o carro chefe para trazer a NBC novamente aos holofotes, e com James Spader isso pode finalmente da certo.

IRONSIDE

Sinopse: O detetive Robert Ironside é o mais durão de Nova Iorque. Ele prometeu que não vai deixar o acidente que o deixou paralitico acabar com a sua carreira e tenacidade, e junto com o seu fiel time, ele desvenda os casos mais complicados e violentos da cidade. Ironside é um remake da série de mesmo nome que foi ao ar durante os anos 60 e 70.



Opinião: Um ator incrível (Blair Underwood) vivento um personagem que me lembra muito de Luther. Acredito que a cadeira de rodas seja apenas um detalhe para que o roteiro possa limitar nosso investigador, e que o grande acerto da série é utilizar um personagem prepotente e com problemas pessoais.

Nunca vi uma série do estilo da errado na televisão norte americana, porem o procedural é algo forte no CBS e não na NBC. Minha incerteza aqui é se realmente a NBC vai consegui criar um vinculo maior com sua audiência ao ponto de pode apostar em séries pela sua qualidade (uma aposta) e não por ter um plot criativo.

THE MICHAEL J FOX SHOW

Sinopse: Mike Henry (Michael J. Fox) é um carismático âncora televisivo, que se vê obrigado a se afastar das câmeras para cuidar da própria saúde após ser diagnosticado com mal de Parkinson, mas depois de algum tempo ele recebe o convite de voltar ao seu antigo emprego e retomar a amada profissão.


Opinião: A NBC aposta aqui no retorno de um grande ator para finalmente emplacar seu quadro de comédias. Mas basta lembrar que ser um grande ator apenas não adianta, Matt Perry é cancelado praticamente todo ano e ainda sim é um dos meus comediantes favoritos. Volto a dizer que gosto da NBC, entendo a falta de recursos e os seus problemas e torço para o sucesso, afinal o que temos a perder com novas séries boas?

Alem das séries citadas ainda me interessei pela promo da comédia Sean Saves The Word, principalmente da interação pai e filha. Um personagem gay em comédia temos todos os anos, mas um personagem gay que de uma hora para outra vai precisar cuidar da sua filha adolescente é bem interessante. Mais comédia agente já sabe, se não assistir no mínimo uns cinco episódios não vai da pra comentar.

No mais existem vários projetos por ai, e no momento essas são algumas que escolhi assisti nessa Fall Season. E se você tem alguma série nova que te empolgou comente e deixe sua opinião.

Twitter @SeriesEmFocoWebRelated Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Facebook: SériesEmFoco
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentário(s)
5 Comentário(s)